Quadriciclos e UTVs ganham rota sinalizada com infra-estrutura turística no litoral do Piauí

Trilha das Emoções oferece 187 quilômetros de belezas naturais e a oportunidade de conhecer locais pouco explorados
Fonte: Mundo Press

Trilha das Emoções, para quadriciclos e UTVs, tem 187 km sinalizados no litoral do Piauí. Crédito: Roberta Aline/Trilha das Emoções

Trilha das Emoções, para quadriciclos e UTVs, tem 187 km sinalizados no litoral do Piauí. Crédito: Roberta Aline/Trilha das Emoções

O turismo para quadriciclos e UTVs no Brasil acaba de ganhar uma rota sinalizada no litoral do Piauí, com infra-estrutura turística para conhecer lugares paradisíacos, onde poucos conseguem chegar. Com início em Chaval, no Ceará, a Trilha das Emoções tem 187 quilômetros até a divisa com o Maranhão. O caminho passa por Cajueiro da Praia, incluindo Barra Grande, Luís Correia e Ilha Grande. A iniciativa, do Governo do Estado do Piauí, conta com o esforço da BRP, fabricante dos veículos off-road da Can-Am.

O destino turístico promete surpreender os visitantes. A Trilha das Emoções possui uma série de atrações, como o Projeto Peixe-Boi, o Cajueiro Rei e o povoado de Barra Grande. As belezas naturais tornam o roteiro ainda mais memorável, com as praias de Macapá, Maramar, Arrombado e Coqueiro, além da Lagoa do Sobradinho, a Pedra do Sal, o Porto das Barcas e o famoso Delta do Parnaíba.

“A iniciativa faz parte de um projeto maior da BRP no Brasil, que tem como objetivo regulamentar o uso de veículos off-road no país. Com dimensões continentais, o país tem um grande potencial para desenvolver projetos sustentáveis e proporcionar experiências únicas com o turismo fora de estrada”, explica Fernando Alves, gerente comercial para o Brasil da empresa canadense.

“A Trilha das Emoções é fruto de uma conversa de mais de dois anos com o Governo do Estado do Piauí. O projeto é pioneiro e totalmente sustentável”, acrescenta. “Ser sustentável é estar baseado em três pilares: responsabilidade com o meio ambiente; desenvolvimento da economia e do turismo local; e respeito às comunidades. A gente ainda coloca mais um fator importante nesta lista, que é a segurança. Desta forma, a Trilha das Emoções está pronta para surpreender visitantes de todo o mundo”, garante Alves.

O representante da BRP destaca as dimensões e belezas naturais do Brasil como argumentos decisivos para que o turismo para quadriciclos e UTVs cresça em todo o país. “A ideia é que a Trilha das Emoções seja um exemplo prático de projeto sustentável – e que desenvolva a economia – para o off-road. Queremos conectar outras regiões do país, multiplicar experiências e contar com os fãs do off-road neste esforço de tornar a prática uma atividade regulamentada em território nacional.”

Alves ressalta um exemplo que já deu certo: o modelo de turismo off-road do Canadá. “São milhares de quilômetros de trilhas, as quais os canadenses utilizam para veículos de neve no inverno e para quadriciclos e UTVs nas épocas mais quentes. O Canadá explora o turismo off-road há 45 anos e isso gera renda de oito bilhões de dólares e 100 mil empregos diretos e indiretos para as comunidades locais em todo o país. O Brasil tem muito potencial para entrar definitivamente na rota do turismo off-road”, conclui.

Sobre canam

Blog oficial Can-Am Off-Road Brasil.
Esta entrada foi publicada em CAN-AM. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.