Rally Dakar – Brasileiros reassumem a liderança da categoria para UTVs

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin finalizam a sétima etapa na segunda colocação e voltam à ponta da tabela no Peru; Dupla da equipe Monster Energy/Can-Am é a atual campeã da prova
Fonte: Mundo Press

A bordo do Can-Am Maverick X3, a dupla Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin disputa a sétima etapa do Rally Dakar 2019, no Peru Crédito: Vinicius Branca/photosdakar.com

A bordo do Can-Am Maverick X3, a dupla Varela/Gugelmin na 7ª etapa do Dakar 2019. Crédito: Vinicius Branca / photosdakar.com

De volta à ponta da tabela. Depois de liderar o Rally Dakar 2019 nas duas primeiras etapas, a dupla Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, da equipe Monster Energy/Can-Am, finalizou a sétima etapa no segundo posto e reassumiu o primeiro lugar da disputa para UTVs nesta segunda-feira (14), em San Juan de Marcona, no Peru.

Atuais campeões da categoria, os brasileiros possuem vantagem de 4min03seg sobre os chilenos Francisco Lopez Contardo e Álvaro Quintanilla, que ocupam o segundo lugar do ranking, de acordo com os resultados extraoficiais. Os competidores utilizam o Can-Am Maverick X3 no desafio, o veículo que dominou as 14 primeiras posições da tabela de classificação dos UTVs.

“Voltamos para a prova. Reassumimos a liderança e agora não pretendemos perdê-la de novo”, disse o piloto Reinaldo Varela. “Correu tudo bem na sétima etapa. Tivemos um pneu furado no começo do dia, mas isso é algo normal de se acontecer em um rally. O UTV está ótimo, isso que importa.”

Faltando três etapas para o final, o navegador Gustavo Gugelmin dá a receita para a vitória: acelerar sem dó. “Estamos de volta à briga, pouco mais de quatro minutos à frente dos segundos colocados. Faltam só três dias, temos que acelerar, não tem essa de administrar a vantagem agora”, garantiu. Os vencedores do 41º Rally Dakar serão conhecidos no próximo dia 17, na capital Lima.

Além da vitória da dupla formada por Varela e Gugelmin, o Brasil foi destaque na etapa com a quarta e a quinta colocações de Marcos Baumgart/Kleber Cincea e Cristian Baumgart/Alberto Andreotti, respectivamente. A etapa desta segunda-feira teve largada e chegada na cidade de San Juan de Marcona. Foram percorridos 387 quilômetros, sendo 323 quilômetros de trecho cronometrado. Nesta terça-feira (15), os competidores vão a Pisco, enfrentando mais 575 quilômetros de desafios (360 deles de especiais).

O Rally Dakar 2019, realizado integralmente em um só país, o Peru, pela primeira vez em sua história, conta com 10 etapas e mais de 5 mil quilômetros no total (cerca de três mil quilômetros de especiais). Além de UTVs, a competição possui categorias para motos, carros, quadriciclos e caminhões.

Rally Dakar 2019 – Categoria UTVs (SxS)

Resultados da 7ª etapa (extraoficiais)

1 – #360 – Francisco Contardo / Álvaro Quintanilla (CHI) – 4:30:08 – Can-Am Maverick X3
2- #340 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 4:52:12 – Can-Am Maverick X3
3 – #421 – Rodrigo Piazzoli / Jorge Diaz (CHI) – 4:53:16 – Can-Am Maverick X3
4 – #412 – Marcos Baumgart / Kleber Cincea (BRA) – 5:01:34 – Can-Am Maverick X3
5 – #398 – Cristian Baumgart / Alberto Andreotti (BRA) – 5:05:32 – Can-Am Maverick X3
6 – #372 – Miguel Jordão (POR) / Lourival Justo (BRA) – 5:13:19 – Can-Am Maverick X3
7 – #418 – José Hinojo Lopes / Javier Blaco (ESP) – 5:22:11 – Can-Am Maverick X3
8 – #431 – Jose Salaverry / Paul Aray (PER) – 5:32:31 – Can-Am Maverick X3
9 – #343 – Casey Currie (EUA) / Rafael Córdoba (ESP) – 5:36:22 – Can-Am Maverick X3
10 – #342 – Juan Carlos Vallejo (CHI) / Leonardo Baronio (PER) – 5:54:00 – Can-Am Maverick X3

Classificação acumulada após sete etapas (resultados extraoficiais)

1- #340 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 31:33:41 – Can-Am Maverick X3
2 – #360 – Francisco Contardo / Álvaro Quintanilla (CHI) – 31:37:44 – Can-Am Maverick X3
3 – #421 – Rodrigo Piazzoli / Jorge Diaz (CHI) – 32:19:07 – Can-Am Maverick X3
4 – #358 – Gerard Guel / Daniel Carreras (ESP) – 32:35:49 – Can-Am Maverick X3
5 – #343 – Casey Currie (EUA) / Rafael Córdoba (ESP) – 33:26:39 – Can-Am Maverick X3
6 – #412 – Marcos Baumgart / Kleber Cincea (BRA) – 33:40:03 – Can-Am Maverick X3
7 – #372 – Miguel Jordão (POR) / Lourival Justo (BRA) – 34:11:31 – Can-Am Maverick X3
8 – #398 – Cristian Baumgart / Alberto Andreotti (BRA) – 34:29:48 – Can-Am Maverick X3
9 – #344 – Sergei Kariakin (RUS) / Anton Vlasiuk (LET) – 34:41:34 – Can-Am Maverick X3
10 – #418 – José Hinojo Lopes / Javier Blaco (ESP) – 34:55:41 – Can-Am Maverick X3

Roteiro do Rally Dakar 2019:

8ª etapa – Terça-feira (15/1)
San Juan de Marcona/Pisco
Quilometragem total – 575 km
Trecho especial (cronometrado) – 360 km

9ª etapa – Quarta-feira (16/1)
Pisco/Pisco
Quilometragem total – 409 km
Trecho especial (cronometrado) – 313 km

10ª etapa – Quinta-feira (17/1)
Pisco/Lima
Quilometragem total – 359 km
Trecho especial (cronometrado) – 112 km.

Sobre canam

Blog oficial Can-Am Off-Road Brasil.
Esta entrada foi publicada em CAN-AM, CAN-AM DAKAR. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.