Rally dos Sertões – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin na ponta da tabela dos UTVs

Dupla atual campeã do Rally Dakar é a mais rápida após dois dias de disputas; Veículos Can-Am Maverick X3 dominam nove posições do Top 10 dos UTVs
Fonte: Mundo Press

Campeões do Rally Dakar, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin lideram a categoria para UTVs do Rally dos Sertões 2018 Crédito: Magnus Torquato/Dfotos/Mundo Press

Campeões do Rally Dakar, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin lideram a categoria para UTVs do Rally dos Sertões 2018 Crédito: Magnus Torquato/Dfotos/Mundo Press

Após dois dias de disputas, o piloto Reinaldo Varela e o navegador Gustavo Gugelmin são os líderes da categoria para UTVs no 26º Rally dos Sertões. Eles competem a bordo do Can-Am Maverick X3, o mesmo modelo utilizado pela dupla na conquista do título dos UTVs no Rally Dakar 2018. A terceira etapa da prova está marcada para esta terça-feira (21), de Posse (GO) a Luís Eduardo Magalhães (BA), com 350 km de desafios – 255 deles de trechos cronometrados.

Nesta segunda-feira (20), a segunda etapa do Rally dos Sertões foi realizada entre Formosa e Posse, em Goiás, com 383 quilômetros (307 de especiais). Os resultados acumulados extraoficiais ainda apontam os veículos Can-Am Maverick X3 em nove posições do Top 10 dos UTVs.

O equilíbrio e o alto nível técnico são características da categoria para UTVs. Tanto que apenas pouco mais de três minutos separam os três primeiros colocados da tabela. “Estamos no início do Rally dos Sertões e ninguém pode bobear. É preciso estar atento o tempo todo, já que tudo pode acontecer”, afirmou o paulista Reinaldo Varela.

Os vice-líderes são Enrico Amarante e Breno Rezende, seguidos por Deni Nascimento e Idali Bosse – que venceram a segunda etapa e contam com o patrocínio da concessionária BRP Sanautica.

“Depois de um início travado, a especial do dia exigiu muita força e velocidade do nosso Can-Am Maverick X3”, observou Nascimento. “Precisamos manter o foco nas próximas etapas, é assim que os resultados vão aparecer”, concluiu o catarinense.

Com sete dias de disputas, o roteiro total do Rally dos Sertões 2018 soma 3.601 quilômetros (2.059 de especiais). Os vencedores serão conhecidos em Fortaleza (CE), palco da chegada no próximo dia 25 de agosto. Além dos UTVs, estão na briga competidores das categorias para quadriciclos, motos e carros. Entre os UTVs, a Can-Am é a atual pentacampeã da prova.

Rally dos Sertões 2018 – Categoria UTVs

Resultados da 2ª etapa (extraoficiais)
1 – #202 – DENI NASCIMENTO/IDALI BOSSE – 03:41:54 – Can-Am Maverick X3
2 – #227 – REINALDO VARELA/GUSTAVO GUGELMIN – 03:42:40 – Can-Am Maverick X3
3 – #213 – GABRIEL CESTARI/JHONATAN ARDIGO – 03:43:18 – Can-Am Maverick X3
4 – #203 – ENRICO AMARANTE/BRENO REZENDE – 03:43:19 – Can-Am Maverick X3
5 – #208 – TATA XAVIER/DECO MUNIZ – 03:43:53
6 – #226 – ADRIANO BENVENUTTI/RICARDO ROCHA – 03:45:30 – Can-Am Maverick X3
7 – #238 – OTAVIO HORT/IVO MAYER – 03:46:07 – Can-Am Maverick X3
8 – #205 – LEONARDO BELEZA/BRENO FERREIRA – 03:46:44
9 – #229 – GUILHERME CYSNE/RAFAEL ARENA – 03:47:58 – Can-Am Maverick X3
10 – 221 – RUAN LIMA/RAFAEL SHIMUK – 03:48:03 – Can-Am Maverick X3

Classificação geral dos UTVs após duas etapas (extraoficiais)
1 – #227 – REINALDO VARELA/GUSTAVO GUGELMIN – 8:42:41 – Can-Am Maverick X3
2 – #203 – ENRICO AMARANTE/BRENO REZENDE – 8:45:50 – Can-Am Maverick X3
3 – #202 – DENI NASCIMENTO/IDALI BOSSE – 8:45:52 – Can-Am Maverick X3
4 – #213 – GABRIEL CESTARI/JHONATAN ARDIGO – 8:53:08 – Can-Am Maverick X3
5 – #208 – TATA XAVIER/DECO MUNIZ – 9:01:41
6 – #207 – EDU PIANO/SOLON FONSECA – 9:02:50 – Can-Am Maverick X3
7 – #226 – ADRIANO BENVENUTTI/RICARDO ROCHA – 9:05:54 – Can-Am Maverick X3
8 – #215 – CRISTIANO BATISTA/ROBLEDO NICOLETTI – 9:07:20 – Can-Am Maverick X3
9 – #229 – GUILHERME CYSNE/RAFAEL ARENA – 9:07:24 – Can-Am Maverick X3
10 – #201 – BRUNO VARELA/JOAO ARENA – 9:18:22 – Can-Am Maverick X3

Roteiro do Rally dos Sertões 2018:

3ª Etapa – Terça-feira (21/8)
Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)
Deslocamento Inicial – 24 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 255 km
Deslocamento Final – 71 km
Total do dia: 350 km

4ª Etapa – Quarta-feira (22/8)
Luís Eduardo Magalhães (BA) – Barra (BA) – ETAPA MARATONA
Deslocamento Inicial – 123km
Trecho Especial (Cronometrado) – 355 km
Deslocamento Final – 0 km
Total do dia: 478 km

5ª Etapa – Quinta-feira (23/8)
Barra (BA) – São Raimundo Nonato (PI)
Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 401 km
Deslocamento Final – 45km
Total do dia: 446 km

6ª Etapa – Sexta-feira (24/8)
São Raimundo Nonato (PI) – Juazeiro do Norte (CE)
Deslocamento Inicial – 39 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 226 km
Deslocamento Final – 337 km
Total do dia: 602 km

7ª Etapa – Sábado (25/8)
Juazeiro do Norte (CE) – Fortaleza (CE)
Deslocamento Inicial – 168 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 200 km
Deslocamento Final – 288 km
Total do dia: 656 km

TOTAL DA PROVA: 3.601 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 2.059 km.

Sobre canam

Blog oficial Can-Am Off-Road Brasil.
Esta entrada foi publicada em CAN-AM, Can-Am no Sertões, Rally Cross Country. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.