Pilotos Can-Am confirmam três títulos no Brasileiro de Rally Baja

A temporada do Campeonato Brasileiro de Rally Baja não acabou, mas a Can-Am já garantiu domínio entre os UTVs.
Fonte: Mundo Press

Deninho Casarini (à esq.) e Gabriel Varela comemoram títulos com o UTV Can-Am Maverick Xds Turbo no Brasileiro de Rally Baja Crédito: Divulgação

O Rally Rota Sudeste, válido como 11ª e 12ª etapas da competição, teve fim neste domingo (6) em São Manuel-SP e consagrou os pilotos da marca canadense como os grandes campeões. A bordo do Can-Am Maverick Xds Turbo, Gabriel Varela e Deninho Casarini confirmaram os títulos das classes UTV Turbo e UTV Pró, respectivamente. A dupla ainda ficou isolada na ponta da classificação geral dos UTVs e irá decidir a taça na final, dia 10 de dezembro, no Rally dos Amigos.
“Estou muito feliz”, disse Varela, que possui dois títulos nacionais de Rally Baja entre os quadriciclos. “O ano passado foi de muito aprendizado, já que fiz a minha estreia na categoria, e agora conseguimos realizar um trabalho perfeito. Deu para ver que ‘peguei a mão’ dos UTVs”, brincou o piloto. Ele ainda venceu o Rally Rota Sudeste. “Foi a oitava vitória seguida no Brasileiro de Rally Baja. Os resultados mostram que o Can-Am Maverick Xds Turbo encara qualquer tipo de terreno e traz todos os componentes de um off-road de verdade.”

Deninho Casarini a bordo do UTV Can-Am Maverick Xds Turbo no Rally Rota Sudeste 2016 Crédito: Luciano Santos/DFotos

O título da UTV Pró representa a primeira conquista de Casarini no Brasileiro de Rally Baja. Há quatro anos, o piloto tricampeão mundial de motos aquáticas assumiu novo desafio no esporte. “Fui vice-campeão brasileiro em 2013 e, desde então, venho aprendendo e batalhando para conquistar esse título. O rally foi um desafio totalmente novo, a felicidade é grande pela conquista. Para completar, o Can-Am Maverick Xds Turbo foi perfeito e extremamente consistente”, concluiu.

A 10ª edição do Rally Rota Sudeste contou com o patrocínio da Can-Am e ainda envolveu categorias para quadriciclos, motos, carros e caminhões. Foram percorridos 250 quilômetros de trechos cronometrados, além de 82 km de deslocamentos, em dois dias de prova.

Resultados extra-oficiais – Rally Rota Sudeste
1º – Gabriel Varela – 3:29:38 – Can-Am Maverick Xds Turbo

2º – Maurício Neves – 3:30:29
3º – Daniel Costa – 3:30:42
4º – Bruno Varela – 3:31:53
5º – Wilker Campos – 3:40:55 – Can-Am Maverick Turbo
6º – Deninho Casarini – 3:41:29 – Can-Am Maverick Xds Turbo
7º – Valdir Aparecido do Amaral – 3:41:29 – Can-Am Maverick Turbo

Publicado em CAN-AM, Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Can-Am Maverick Com a tag , , , , , , , , , , , , , |

UTVs aceleram em etapas decisivas do Brasileiro de Rally Baja

O Rally Rota Sudeste, válido como 11ª e 12ª etapas da competição, será realizado neste fim de semana (5 e 6) em São Manuel, interior paulista.
Fonte: Mundo Press

Gabriel Varela a bordo do UTV Can-Am Maverick Xds Turbo Crédito: Doni Castilho/DFotos

A bordo dos veículos Can-Am Maverick Xds Turbo, os destaques dos UTVs são os pilotos Gabriel Varela (líder da UTV Turbo e da classificação geral) e Deninho Casarini (ponteiro da UTV Pró e vice da geral).

A 10ª edição do Rally Rota Sudeste conta com o patrocínio da Can-Am e ainda envolve categorias para quadriciclos, motos, carros e caminhões. A organização aguarda cerca de 80 veículos para o percurso de 125 quilômetros de trechos cronometrados por dia, além de 41 km de deslocamentos.

“A prova será próxima às margens do Rio Tietê, com solo arenoso, eucaliptos e plantações de cana de açúcar. Tenho boa vantagem na classe UTV Turbo e posso ser campeão por antecipação. Pretendo ser rápido e cauteloso, já que ainda busco o título da geral”, lembrou Gabriel Varela. O irmão dele, Rodrigo Varela, também está confirmado na prova, pela classe UTV Pró.

Deninho Casarini a bordo do UTV Can-Am Maverick Xds Turbo Crédito: Doni Castilho/DFotos

A briga pelo título da classificação geral está acirrada. Gabriel está na ponta e soma 147 pontos, um a mais que Deninho Casarini. “O campeonato está bem disputado, tanto na classificação geral quanto na minha classe, a UTV Pró”, comentou Casarini. “Vou andar o mais rápido possível, mas sempre com segurança. O Can-Am Maverick Xds Turbo é bastante confiável e estamos na reta final do Brasileiro. O objetivo maior é ser campeão”, acrescentou o piloto. A decisão do campeonato será no dia 10 de dezembro no Rally dos Amigos, no interior paulista.

Programação* – Rally Rota Sudeste 2016
Local: Recinto Mário Covas (R. Plínio Aristides Targa, 419, São Manuel-SP)

Sexta feira (4/11)
Das 13h30 às 19h – Funcionamento da secretaria de prova
Das 13h30 às 18h – Vistorias técnicas
19h30 – Briefing para motos, quadris e UTVs
20h – Briefing para carros e caminhões

Sábado (5/11)
Das 7h às 7h30 – Funcionamento da secretaria de prova
Das 7h às 7h30 – Vistorias técnicas
8h – Largada da primeira moto
19h30 – Briefing para motos, quadris e UTVs
20h – Briefing para carros e caminhões

Domingo (6/11)

7h – Largada da primeira moto
16h – Premiação.

Publicado em CAN-AM, Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Can-Am Maverick, Rally Cross Country Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , |

Rally Rota Sudeste atrai competidores de todo o país

O Rally Rota Sudeste marca a penúltima etapa da temporada para carros, caminhões, motos, quadris e UTV’s, inscritos pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e Baja.
Fonte: Sig Comunicação

Can-Am Maverick no Rally Rota Sudeste / Crédito: Luciano Santos Sig comunicação

O evento está marcado para os dias 04, 05 e 06 de novembro na cidade de São Manuel, interior paulista. Em todas estas categorias, a situação deve ser bem acirrada e interessante, em trechos mistos de cascalho e areia, entre plantações de cana e eucalipto.

A edição será muito segura, técnica e proporcionará boas disputas. “As características são de piso arenoso em quase todo o trajeto, a cana está baixa e a visão do terreno é boa, beneficiará a todas as categorias. O trecho de especial seguirá próxima às margens do rio Tietê com paisagem deslumbrante”, declara Henrique Arena, organizador e diretor do Rally Rota Sudeste.

Já confirmaram presença competidores de diversas cidades e estados brasileiros como: Mogi das Cruzes, Barueri, Piracaia, Campinas, Itu, Botucatu, Osasco, Taubaté, Sorocaba, Suzano, Santo André, Mirandópolis, São José dos Campos, Atibaia, Ribeirão Preto, Avaré, Valinhos, Luziânia, Santana da Parnaíba, Mogi Guaçu, Monte Alto, São Paulo, no Estado de São Paulo; Maricá, Rio de Janeiro, Petrópolis, no Rio de Janeiro; Brusque, em Santa Catarina; Patos de Minas, Nova Lima, Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais; Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul e Brasília, no Distrito Federal.

São Manuel recebe pela quarta vez o Rally Rota Sudeste, que marca sua décima edição. “Esta edição será a segunda consecutiva que realizamos na cidade e foi onde começamos o Rally Rota Sudeste, abrigou a segunda, terceira e quarta edições. Estamos realizando a conferência do roteiro e teremos mais uma grande prova”, menciona Arena.

Estão programados dois dias de disputas, para cada etapa serão 125 quilômetros em trecho cronometrado, sendo 41 quilômetros entre deslocamentos. As atividades estarão concentradas no Recinto Mário Covas, localizado na Rua Plínio Aristides Targa, 419, em São Manuel/SP. As inscrições permanecem abertas e podem ser realizadas site oficial www.rallyrotasudeste.com.br.

A 10ª edição do Rally Rota Sudeste é uma realização da Arena Promoções e Eventos e têm a supervisão CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo, da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo e da FASP – Federação Paulista de Automobilismo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am e, apoio da Bike Box, Penna Off-road e da Prefeitura Municipal de São Manuel/SP.

Programação

04/11 – Sexta feira
13h30 às 19h00 – Secretaria de Prova
Recinto Mário Covas, localizado na Rua Plínio Aristides Targa, 419.
São Manuel/SP.
13h30 às 18h00 – Recinto Mário Covas
Vistoria Motos , Quadris e UTV
Vistoria CBA: Carros e Caminhões
Local: Recinto Mário Covas
14h00 às 15h30 – Apresentação Protótipo-T1
- Apresentação Production-T2
- Apresentação Super Production e Pró Brasil
- Apresentação Caminhões
17h00 – Apresentação 2ª vistoria (com multa – 1 UP)
19h30 – Briefing e lançamento do Evento (Moto, Quadri e UTV) – Recinto Mário Covas
20h00 – Briefing e lançamento do Evento (Carros e Caminhões) – Recinto Mário Covas

05/11 – Sábado – 1ª Prova
07h00 às 7h30 – Secretaria de Prova Recinto Mário Covas
07h00 às 7h30 – vistoria motos , quadris, utv Recinto Mário Covas
08h00 – Largada 1ª Moto no parque de apoio Recinto Mário Covas
08h30 – Largada 1ª Moto na especial.
10h00 – Largada 1º Carro no parque de apoio Recinto Mário Covas
10h30 – Largada 1º Carro na especial.
19h30 – Briefing motos e quadris.
20h00 – Briefing – carros e caminhões

06/11 – Domingo – 2ª Prova
07h00 – Largada 1ª Moto no parque de apoio Recinto Mário Covas
07h30 – Largada 1ª Moto na especial.
09h30 – Largada 1º Carro no parque de apoio Recinto Mário Covas
10h00 – Largada 1º Carro na especial.
16h00 – Premiação Recinto Mário Covas

Publicado em CAN-AM, Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Can-Am Maverick Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , |

Reinaldo Varela e Gabriel Varela são campeões da 1ª Copa UTV Dopamina

Reinaldo Varela e Gabriel Varela foram os grandes campeões da 1ª Copa UTV Dopamina a bordo do Can-Am Maverick Xds Turbo.
Fonte: Mundo Press

Gabriel Varela Campeão da 1ª Copa UTV Dopamina Endurance com o Can-Am Maverick Xds Turbo / Crédito: Doni Castilho

Além do troféu “Fita Azul”, para o veículo mais rápido da prova, eles conquistaram o título da categoria UTV Turbo. O evento teve como palco a pista 100% off-road do autódromo Valdemar Fragnani, em Cordeirópolis, interior paulista, com o apoio da concessionária Casarini/BRP. Em duplas ou trios, os competidores se revezaram após seis horas ininterruptas de disputas.

Esta foi a primeira vez que Reinaldo Varela, bicampeão mundial de rally cross country entre os carros da classe T2, dividiu a pilotagem de um veículo com seu filho Gabriel. “A gente se dá muito bem, a nossa interação é muito bacana. O evento foi um sucesso ainda maior do que poderíamos imaginar”, comentou o veterano, que idealizou a prova inédita no Brasil ao lado do piloto Deninho Casarini.

Gabriel e Reinaldo Varela no pódio da Copa UTV Dopamina Crédito: SKJ Photos / Sérgio Giglio

Gabriel Varela acrescentou. “Foi uma corrida desafiadora, com muitas ultrapassagens. Largamos na última posição e o meu pai me entregou o UTV na terceira colocação, com uma hora de prova. Nós não deixamos o ritmo cair e conseguimos o título.” Outro fator determinante para a vitória foi o desempenho do Can-Am Maverick Xds Turbo, o mesmo veículo com o qual o piloto foi campeão da classe UTV Pro no Rally dos Sertões 2016. “O UTV já mostrou que é muito valente. A gente não teve nenhum problema durante as seis horas de prova, sempre acelerando forte”, concluiu Gabriel.

Resultados – 1ª Copa UTV Dopamina
Troféu “Fita Azul” (mais rápido da prova)
1 – Gabriel Varela / Reinaldo Varela (Can-Am Maverick Xds Turbo)

Categoria UTV Turbo
1 – Gabriel Varela / Reinaldo Varela (Can-Am Maverick Xds Turbo)

2 – Nuno Fojo / Rodrigo Cordaro / Renato Meimberg
3 – Daniel Piccolomini/ Ingrem Polycarpo (Can-Am Maverick Turbo)
4 – Deninho Casarini/Felipe Tejada Casarini/Pedro Queirolo (Can-Am Maverick Turbo)

5 – Cristiano Batista / Otávio Souza

Categoria UTV Aspirado
1 – André Hort / Otávio Hort Filho
2 – Glberto Mayorga / Ricardo Mayorga (Can-Am Maverick Xds)
3 – Marcelo Mistrorigo / Marcel
o Rigoni (Can-Am Maverick Xrs)
4 – Edson Nole / Erick Donatto
5 – Nelson Morata / Frederico Macedo (Can-Am Maverick)

Categoria Over 50
1 – Denisio Casarini / Paulo Figueiredo
2 – Reinaldo Cangueiro / José Luiz Camata (Can-Am Maverick)
3 – Wilson Machado/Celso Machado (Can-Am Maverick Turbo)

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick, Rally Endurance Com a tag , , , , , , , , , , , , |

Pilotos Can-Am encaram 1ª Copa UTV Dopamina de seis horas

A comunidade dos UTVs está em contagem regressiva para um desafio de seis horas ininterruptas neste domingo (23).
Fonte: Mundo Press

Pilotos aceleram os UTVs Can-Am Maverick em desafio off-road de seis horas neste domingo (23) Crédito: Doni Castilho/DFotos

A 1ª Copa UTV Dopamina será um grande teste de resistência, e os pilotos Can-Am estão prontos para a largada a bordo dos veículos da família Maverick. O evento terá como palco a pista 100% off-road do autódromo Valdemar Fragnani, em Cordeirópolis, interior paulista, a qual possui 2100 metros de extensão.

Sucesso no exterior, a prova no formato endurance é inédita no país e tem o apoio da concessionária Casarini BRP. A disputa envolve estratégia no abastecimento e no revezamento dos pilotos, que podem competir em duplas ou trios. Estarão em jogo os títulos de três categorias, UTV Aspirado, UTV Turbo e UTV Over 50, além do troféu “Fita Azul” para o veículo mais rápido da prova.

“O evento mobilizou muitos pilotos de UTV e de outras categorias. O objetivo é fomentar os UTVs, que representam a classe que mais cresce nas competições off-road, e ter muita diversão na pista”, disse Deninho Casarini, idealizador do torneio ao lado de Reinaldo Varela, bicampeão mundial de rally cross country entre os carros da classe T2.

Pilotos aceleram os UTVs Can-Am Maverick em desafio off-road de seis horas neste domingo (23) Crédito: Doni Castilho/DFotos

Casarini terá Pedro Queirolo como parceiro com o Can-Am Maverick Turbo. Já o experiente Varela, que competiu o Rally Dakar 2012 com o UTV Can-Am Commander, irá acelerar pela primeira vez em parceria com o filho Gabriel, atual campeão da classe UTV Pro no Rally dos Sertões. Eles vão competir com o Can-Am Maverick Xds Turbo e estão bastante animados, como mostra Gabriel.

“A prova não vale pelo Campeonato Brasileiro, mas todo mundo quer levar o título para casa. A emoção vai ser maior em acelerar ao lado do meu pai e sabemos que o UTV aguenta as seis horas, já que é o mesmo veículo que eu fui campeão no Sertões.” O primogênito da família Varela, Rodrigo, irá competir com o mesmo modelo de UTV e terá o reforço de Marcos Baumgart, fera da categoria carros do Rally dos Sertões.

Lucas Barroso também está confirmado no grid. “O formato da prova é muito inovador e chegou para ficar. A minha estratégia é poupar um pouco nas horas iniciais para depois poder acelerar o meu Can-Am Maverick Turbo”, finalizou o piloto do Ceará.

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick Com a tag , , , , , , , , , , , , |

1ª Copa UTV Dopamina promete disputas acirradas

A 1ª Copa UTV Dopamina promete disputas acirradas e grid de alto nível técnico neste fim de semana (22 e 23).
Fonte: Mundo Press

Pedro Queirolo acelerando seu Can-Am Maverick / Crédito: Doni Castilho

O desafio terá seis horas ininterruptas de muita velocidade no circuito off-road do autódromo Valdemar Fragnani, em Cordeirópolis, interior paulista. Em duplas ou trios, os pilotos estarão divididos nas categorias UTV Aspirado, UTV Turbo e UTV Over 50 – sempre de olho no troféu “Fita Azul”, para o veículo mais rápido da prova.

“O formato do evento é sucesso no mundo todo e a pista do autódromo tem nível internacional. A ideia é agregar os pilotos da nossa e das outras categorias para o desenvolvimento dos UTVs, que cada vez ganha mais adeptos”, contou Deninho Casarini, idealizador do evento ao lado do piloto Reinaldo Varela. “A expectativa é de que haja 30 veículos inscritos, com pilotos de várias idades e regiões. Será um fim de semana muito divertido, uma grande festa”, continuou Casarini. Ele fará dupla com Pedro Queirolo a bordo do Can-Am Maverick Turbo.

A 1ª Copa UTV Dopamina é patrocinada por Dopamina Mindful Drink e tem o apoio de Casarini BRP/Can-Am além de organização da Anema.

Programação – 1ª Copa UTV Dopamina
Sábado, 22 de outubro

Das 8h às 8h30 – Vistorias técnicas e de segurança / Categoria Over 50
Das 8h30 às 9h30 – Vistorias técnicas e de segurança / Categoria Aspirado
Das 9h30 às 10h30 – Vistorias técnicas e de segurança / Categoria Turbo
11h – Briefing
Das 12h às 14h – Treinos livres para todas as categorias
Das 14h30 às 15h – Treino classificatório / Categoria Over 50
Das 15h15 às 15h45 – Treino classificatório / Categoria Aspirado
Das 16h às 16h30 – Treino classificatório / Categoria Turbo
17h30 – Encontro de confraternização e jantar

Domingo, 23 de outubro
Das 8h às 9h – Warm up obrigatório para todas as categorias
9h45 – Alinhamento para a largada
10h – Largada
16h – Término da corrida seguido de pódio.

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick Com a tag , , , , , , , , , , , , , , |

1ª Copa Dopamina desafia UTVs em prova de 6 horas

A 1ª Copa UTV Dopamina desafia competidores e equipamentos para seis horas ininterruptas de disputas no dia 23 de outubro.
Fonte: Mundo Press

Copa UTV Dopamina realiza primeira edição em Cordeirópolis (SP) Crédito: Doni Castilho/DFotos

O evento reúne equipes formadas por duplas ou trios de pilotos no circuito off-road fechado do autódromo Valdemar Fragnani, em Cordeirópolis, interior paulista. Estarão em jogo os títulos de três categorias, UTV Aspirado, UTV Turbo e UTV Over 50, além do troféu “Fita Azul” para o veículo mais rápido da prova.

“A Copa UTV Dopamina surgiu a pedido dos próprios pilotos. Os UTVs são uma verdadeira febre nas competições off-road e este será o primeiro evento do país disputado no formato Endurance”, contou Paulino Alvarez, o Kilha, da Anema, responsável pela organização do evento. “A prova de seis horas exige que as equipes tracem estratégias para a troca dos pilotos e o abastecimento dos veículos. O nosso objetivo é movimentar o segmento dos UTVs e garantir muita diversão na pista”, continuou.

O palco da Copa UTV Dopamina é outro destaque. Localizado a 177 quilômetros da capital paulista, o autódromo Valdemar Fragnani possui pista de dois mil metros inteira de terra. “O local tem grande estrutura, com área de box de primeira linha, estacionamento e lanchonete. O público e os amigos e familiares das equipes são muito bem-vindos ao evento. As expectativas são ótimas”, concluiu Kilha.

A 1ª Copa UTV Dopamina é patrocinada por Dopamina Mindful Drink e tem o apoio de Can-Am.

Programação – 1ª Copa UTV Dopamina
Sábado, 22 de outubro

Das 8h às 8h30 – Vistorias técnicas e de segurança / Categoria Over 50
Das 8h30 às 9h30 – Vistorias técnicas e de segurança / Categoria Aspirado
Das 9h30 às 10h30 – Vistorias técnicas e de segurança / Categoria Turbo
11h – Briefing
Das 12h às 14h – Treinos livres para todas as categorias
Das 14h30 às 15h – Treino classificatório / Categoria Over 50
Das 15h15 às 15h45 – Treino classificatório / Categoria Aspirado
Das 16h às 16h30 – Treino classificatório / Categoria Turbo
17h30 – Encontro de confraternização e jantar

Domingo, 23 de outubro
Das 8h às 9h – Warm up obrigatório para todas as categorias
9h45 – Alinhamento para a largada
10h – Largada
16h – Término da corrida seguido de pódio.

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick Com a tag , , , , , , , , , , , , , |

BRP apresenta novidades do segmento náutico no SP Boat Show

A BRP promete muitas novidades para o segmento náutico no SP Boat Show 2016, de 6 a 11 de outubro no São Paulo Expo, na capital paulista.
Fonte: Mundo Press

Can-Am Maverick no São Paulo Boat Show 2015 / Crédito: Idario Cafe

O público brasileiro poderá ver em primeira mão a nova moto aquática Sea-Doo Spark Trixx. Os motores de popa Evinrude prometem chamar as atenções com as recém-chegadas versões do E-Tec G2: 150 HP, 150 H.O., 175 HP e 200 HP. O estande do grupo canadense ainda trará os roadsters Spyder e os quadriciclos e UTVs da Can-Am.

Maior salão náutico indoor da América Latina, o SP Boat Show aguarda 41 mil visitantes na edição 2016. A feira conta com 35 mil metros quadrados e 100 expositores. O estande da BRP está localizado em frente ao Espaço dos Desejos e possui 200 metros quadrados. “O evento mostra a força do setor e a BRP, mais uma vez, será um grande destaque”, disse Fernando Alves, gerente da operação do grupo canadense no Brasil.

“O consumidor brasileiro é exigente e atento aos lançamentos da Sea-Doo, que foram divulgados há menos de dois meses nos Estados Unidos. A expectativa é grande para apresentarmos o novo Spark Trixx, que amplia as possibilidades de realizar manobras na água e complementa a linha das motos aquáticas mais acessíveis do mercado”, antecipou.

A mais recente geração dos motores de popa Evinrude E-TEC, a G2, agora atende um leque ainda maior de embarcações. Recém-chegadas no mercado nacional, as versões de 150 HP, 150 H.O., 175 HP e 200 HP têm todos os benefícios da linha, que possui estrutura personalizável e controles digitais totalmente integrados.

Can-Am Outlander no São Paulo Boat Show 2015 / Crédito: Idario Cafe

“Desde quando foram lançados, os motores E-TEC G2 se destacam na água. Eles produzem até 75% menos de emissões, são 15% mais eficientes no aproveitamento de combustível e ainda possuem 20% mais toque que os motores quatro tempos. As novas versões chegam no Brasil com a melhor garantia da indústria, de cinco anos ou 500 horas sem manutenção programada”, acrescentou.

Além de conferir as novidades, os visitantes terão acesso à loja com os acessórios oficiais das marcas assinadas pela BRP e poderão concretizar ótimos negócios. “Para esta edição do SP Boat Show, a BRP firmou forte parceria com a operadora Cielo, a qual viabilizou condições diferenciadas para compras com cartões de crédito. Desta forma, teremos ofertas de financiamento ainda mais atrativas para os produtos”, concluiu Alves.

Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , , , , , |

Ideia Fixa distribui solidariedade e uma tonelada em doações no 24º Rally dos Sertões

O Ideia Fixa distribuiu muito mais que uma tonelada em doações e beneficiou de forma direta 1380 pessoas de cidades que fizeram parte do roteiro da 24ª edição do Rally dos Sertões.
Fonte: Mundo Press

Projeto Ideia Fixa, patrocinado pela Can-Am, durante as ações realizadas no Rally dos Sertões 2016 Crédito: Divulgação/Ideia Fixa

O projeto patrocinado pela Can-Am percorreu 4500 quilômetros e deixou um rastro de solidariedade, reforçado com muito carinho e atividades lúdicas e educativas que ficarão para sempre na memória das comunidades. O maior evento off-road do país foi realizado de 4 e 10 de setembro.

Os voluntários passaram por Goiânia, Padre Bernardo, Posse e o distrito de Domiciano Ribeiro, no Estado de Goiás, Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, e Novo Jardim e Almas, no Tocantins. Realizadas em escolas e entidades, as visitas tiveram muita diversão com o teatro de fantoches da Turma do Tupício e bate-papo com as crianças. As doações incluíram itens que incentivam a cultura e a edução, como livros infantis e folhas de atividades, brinquedos, peças de vestuário e produtos de higiene bucal e pessoal, entre outros.

“Deixamos muitas sementes no caminho”, disse Tânia Mara Carvalho, responsável pelo Ideia Fixa. “Sentimos que as crianças e os profissionais das escolas se sentem valorizados com a nossa presença. Para eles, o Rally dos Sertões faz parte de uma outra realidade, como se fosse algo inatingível. Então a gente chega e traz atenção, lições positivas e presentes, e naquele momento todos os problemas são esquecidos ou deixados de lado para que vivam algo diferente. Muitas crianças, no final das apresentações, chegam para nos dizer que jamais esquecerão as lições e mensagens do Gato Tupício. Mais que visitas, temos muita responsabilidade embutida nestas ações.”

A iniciativa faz bem para todos os envolvidos, o que inclui os próprios voluntários. “Tivemos vários momentos emocionantes na jornada, como a ação de Goiânia, com a apresentação da orquestra Profetas do Cerrado e a presença de mais de 100 crianças da Associação Polivalente São José e do CRAS Vila Redenção. Foi emocionante não apenas pela mobilização, mas pelo repertório escolhido, que teve o Tema da Vitória, a Canção da América e depois Carruagens de Fogo. Foi muito bonito e não teve como não chorar de emoção”, relatou.

O Ideia Fixa completa 15 anos em dezembro de 2016 e atua nas cidades que fazem parte dos roteiros dos principais ralis do calendário nacional. O projeto já beneficiou mais de 138 mil pessoas em 16 Estados brasileiros por meio de atividades lúdicas e educativas e doações, que somam 207 toneladas. A iniciativa ainda é responsável pela distribuição de 158 mil livros novos e usados.

Bruno Sperancini/Breno Rezende vence Rally dos Sertões 2016 com o UTV Can-Am Maverick Xds // Crédito: Gustavo Epifanio/Fotop

Can-Am tetracampeã dos UTVs Além de ter a solidariedade como filosofia, a Can-Am foi absoluta e conquistou o título da categoria para UTVs do Rally dos Sertões pelo quarto ano consecutivo. A dupla mineira Bruno Sperancini/Breno Rezende foi a mais rápida e ainda faturou a taça da classe UTV Super Production a bordo do Can-Am Maverick Xds.

Gabriel Varela e Gabriel Morales, vice-campeões no ranking, também aceleraram forte o Can-Am Maverick Xds Turbo e confirmaram o título da UTV Pro. O evento teve sete dias de aventura, entre Goiânia (GO) e Palmas (TO). Foram percorridos 3.212,17 quilômetros até a rampa de chegada, incluindo 2.357,17 de trechos cronometrados.

Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM, Can-Am Maverick, Can-Am no Sertões Com a tag , , , , , , , , , , , , , , |

Can-Am nos Sertões – Família Can-Am Maverick é tetracampeã dos UTVs

Absoluta, marca canadense ganha títulos com Bruno Sperancini/Breno Rezende (geral e classe Super Production) e Gabriel Varela/Gabriel Morales (UTV Pro).
Fonte > Mundo Press

Bruno Sperancini e Breno Rezende vencem o Rally dos Sertões 2016. Foto: Victor Eleuterio

Bruno Sperancini e Breno Rezende vencem o Rally dos Sertões 2016. Foto: Victor Eleuterio

A família de veículos Can-Am Maverick conquistou neste sábado (10) o tetracampeonato dos UTVs no Rally dos Sertões. A marca canadense voltou a deixar os concorrentes na poeira e faturou o título geral da categoria, desta vez com a dupla mineira Bruno Sperancini/Breno Rezende, que ainda levou a taça da classe UTV Super Production a bordo do Can-Am Maverick Xds. Gabriel Varela/Gabriel Morales, vice-campeã no ranking, também acelerou forte o Can-Am Maverick Xds Turbo e levou o título da UTV Pro (os resultados são extra-oficiais). Após sete dias de aventura, com início em Goiânia (GO), o evento teve fim na cidade de Palmas (TO).

Foram percorridos 3.212,17 quilômetros até a rampa de chegada, incluindo 2.357,17 de trechos cronometrados. A sétima etapa começou em Ponte Alta (TO) e fechou a prova com os últimos 243,61 km do roteiro (191,54 de especial). Com o desempenho, a Can-Am amplia seu domínio no desafio off-road mais difícil do país, já que nos anos anteriores conquistou o título dos UTVs com Bruno Sperancini/Lourival Roldan (2015), Vinícius Mota/Rafael Schimuk (2014) e Carlo Collet/Marcos Lara (2013).

Bob Lumley, vice-presidente e gerente geral regional para América Latina da BRP, grupo que assina os produtos Can-Am, acompanhou pessoalmente a festa da chegada. “Estou muito orgulhoso dos pilotos e equipes que utilizam os veículos Can-Am. Todos estão de parabéns, assim como a comunidade de competições no Brasil, que tem um futuro muito promissor”, afirmou.

Bruno Sperancini ficou emocionado com mais um título dos UTVs. “É muita felicidade sermos campeões, ainda mais porque esta edição foi extremamente difícil e disputada. O Can-Am Maverick Xds é o melhor carro que já tive no Rally dos Sertões. Além de leve, é muito confiável e resistente. Agradeço a BRP por mais um ano de parceria e vamos juntos buscar o pentacampeonato dos UTVs para a Can-Am em 2017”, avisou o piloto.

Gabriel Varela ressaltou os inúmeros desafios do caminho. “Foi, sem dúvidas, o Rally dos Sertões mais desafiador que já disputei, cheio de especiais longas e muito difíceis. O Can-Am Maverick Xds Turbo se comportou muito bem desde o início e mostrou força, prova disso é que fomos destaque na etapa maratona, que em dois dias somou 950 quilômetros e passagem pelo arenoso Jalapão”, concluiu.

Nos quadriciclos, André Suguita foi o vice-campeão da prova com o Can-Am Renegade. Ele chegou muito perto do título inédito, que só não foi possível por conta de uma punição sofrida na quinta etapa. O Rally dos Sertões incluiu ainda categorias para motocicletas e carros.

Rally dos Sertões 2016 – Categoria UTVs
Resultado da sétima etapa (extra-oficial)
1 – #225 – CRISTIANO BATISTA/ROBLEDO NICOLETTI – 2:09:22
2 – #218 – DENINHO CASARINI/LUIS ECKEL – 2:14:21 – Can-Am Maverick Xds Turbo
3 – #223 – DIMAS PIMENTA III/RODRIGO KONIG – 2:15:41 – Can-Am Maverick Xds Turbo
4 – #231 – ENRICO ALMEIDA/ALVARO ALMEIDA – 2:15:42 – Can-Am Maverick Xds Turbo
6 – #201 – BRUNO SPERANCINI/BRENO REZENDE – 2:19:17 – Can-Am Maverick Xds
9 – #206 – RODRIGO VARELA/MAYCKON PADILHA – 2:24:07 – Can-Am Maverick Xds Turbo
17 – #202 – GABRIEL VARELA/GABRIEL MORALES – 2:47:45 – Can-Am Maverick Xds Turbo
18 – #205 – VINICIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK – 2:56:32 – Can-Am Maverick Turbo

Resultado acumulado final (extra-oficial)
1 – #201 – BRUNO SPERANCINI/BRENO REZENDE – 33:30:03 – Can-Am Maverick Xds
2 – #202 – GABRIEL VARELA/GABRIEL MORALES – 34:20:20 – Can-Am Maverick Xds Turbo

3 – #210 – CARLOS AMBRÓSIO/CADU SACHS – 34:30:57
4 – #223 – DIMAS PIMENTA III/RODRIGO KONIG – 34:38:49 – Can-Am Maverick Xds Turbo
8 – #205 – VINICIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK – 38:31:37 – Can-Am Maverick Turbo
12 – #231 – ENRICO ALMEIDA/ALVARO ALMEIDA – 43:32:18 – Can-Am Maverick Xds Turbo
14 – #218 – DENINHO CASARINI/LUIS ECKEL – 50:53:22 – Can-Am Maverick Xds Turbo
16 – #206 – RODRIGO VARELA/MAYCKON PADILHA – 55:48:45 – Can-Am Maverick Xds Turbo

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick, Can-Am no Sertões Com a tag , , , , , , , , |