Passeio no RJ reúne quadris e UTVs pelo décimo ano consecutivo

Com 45 veículos Can-Am, expedição entre Niterói e Cantagalo realizada pela concessionária BRP Quadricenter já é tradicional no calendário off-road
Fonte: Mundo Press

Passeio da concessionária BRP Quadricenter entre Niterói e Cantagalo, no Rio de Janeiro Crédito: Divulgação/Quadricenter

Passeio da concessionária BRP Quadricenter entre Niterói e Cantagalo, no Rio de Janeiro Crédito: Divulgação/Quadricenter

Pelo décimo ano consecutivo, a expedição entre Niterói e Cantagalo, no Rio de Janeiro, foi um verdadeiro sucesso. O tradicional passeio organizado pela concessionária BRP Quadricenter reuniu 30 UTVs e 15 quadriciclos Can-Am entre os dias 25 e 27 de agosto. A base foi o Fazenda Gamela Eco Resort, com estrutura completa para os participantes e seus familiares.

“O hotel foi fechado para os clientes da Quadricenter. No primeiro dia, saímos às 8h de Niterói e cumprimos 306 quilômetros de percurso. Estava frio no caminho, chegou a marcar oito graus, e desembarcamos em Cantagalo às 22h. Além dos que aproveitaram a trilha, muitos amigos e familiares foram direto para o hotel e tivemos cerca de 200 pessoas presentes no fim de semana”, contou Leonardo Lattanzi, da concessionária BRP responsável pelo evento.

“A programação teve mais trilhas e churrasco no chão no segundo dia, com festa à noite no hotel. Já o último dia foi livre, com feijoada e música no almoço, para completar. O evento foi um grande sucesso mais uma vez, sempre com grande clima de confraternização entre os participantes, que já se tornaram amigos”, concluiu Lattanzi.

O calendário da Quadricenter é bastante movimentado. A concessionária organiza com frequência eventos que envolvem os produtos assinados pela BRP, o que inclui os veículos off-road e roadsters Spyder da Can-Am e as motos aquáticas da Sea-Doo. Para mais informações, os interessados devem entrar em contato nos telefones 21 2608-2290 (loja Niterói) e 21 2051-6000 (loja Barra da Tijuca, Rio de Janeiro).

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , |

Rally dos Sertões – Bruno Varela e João Arena comemoram título dos UTVs

Can-Am confirma pentacampeonato da categoria com o veículo Maverick X3, que dominou o Top 15 dos UTVs na edição de 25 anos do evento.
Fonte: Mundo Press

Bruno Varela/João Arena a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Bruno Varela/João Arena a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Victor Eleutério/DFotos

O piloto Bruno Varela e o navegador João Arena, de São Paulo, são os grandes campeões dos UTVs no 25º Rally dos Sertões. A dupla confirmou a taça inédita neste sábado (26), no sétimo e último dia de prova, que terminou na rampa de chegada em Bonito (MS) após 3300 km de desafios – 1999 km de trechos cronometrados. A conquista representou o quinto título consecutivo da Can-Am na categoria. A fábrica canadense foi soberana e dominou o Top 15 dos UTVs, com os veículos Maverick X3.

Maior rally do país, o Sertões teve início no último dia 20 em Goiânia (GO). Os competidores a bordo dos UTVs Can-Am Maverick X3 protagonizaram as disputas desde o prólogo, travando um revezamento acirrado na liderança da classificação a cada etapa.

Na reta final, o duelo entre Bruno Varela/João Arena e a dupla formada pelo piloto cearense Lucas Barroso e o navegador mineiro Breno Rezende (vencedor do Sertões em 2016) foi de tirar o fôlego. Os paulistas confirmaram o título apenas nos quilômetros finais, com a vantagem de 7min56seg.

“Estamos muito felizes. Foi extremamente difícil vencer o Rally dos Sertões, exigiu bastante garra e paciência”, comemorou Bruno Varela, que é embaixador da Can-Am no Brasil. Ele acelerou o UTV Can-Am Maverick X3 com o upgrade de potência da versão 2018 do veículo, a qual acaba de ser lançada e oferece 172HP.

“O UTV ajudou muito nessa conquista. Foi perfeito desde o início e não apresentou nenhum tipo avaria mecânica diante dos mais duros desafios. O único contratempo que tivemos foi com as rodas que importamos dos Estados Unidos, mas quando colocamos as peças originais do Maverick X3 resolvemos o problema”, acrescentou Bruno Varela.

Com o desempenho, ele e o navegador João Arena ainda faturaram o título da classe UTV Pro Turbo. Na UTV Super Production, os vencedores foram Luiz Rodrigues e Fernando Filho, também a bordo do Can-Am Maverick X3.

Lucas Barroso também é embaixador da Can-Am no Brasil e deu show no Rally dos Sertões. “Lideramos boa parte da prova e a disputa foi eletrizante. O Sertões, sem dúvidas, testou pilotos, navegadores e máquinas. O Can-Am Maverick X3 mostrou a sua força e quem ganhou foi a categoria dos UTVs, que cresce a cada dia”, concluiu.

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – Acumulado após sete etapas (FINAL)
1° – Bruno Varela/João Arena – 25:38:22.61 – Can-Am Maverick X3
2° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 25:46:19.58 – Can-Am Maverick X3
3° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 26:08:06.49 – Can-Am Maverick X3
4° – Edu Piano/Solon Mendes – 26:14:11.18 – Can-Am Maverick X3
5° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 26:20:16.96 – Can-Am Maverick X3
6° – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 26:35:44.14 – Can-Am Maverick X3
7° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 27:03:19.38 – Can-Am Maverick X3
8° – Gabriel Cestari/Edgar Fabre – 27:18:16.97 – Can-Am Maverick X3
9° – Daniel Mahseredjian/Sano Chermont – 27:22:21.80 – Can-Am Maverick X3
10° – Rodrigo Betti/Daniel Crema – 27:54:58.06 – Can-Am Maverick X3
11° – Rodrigo Varela/Idali Bosse – 28:15:23.31 – Can-Am Maverick X3
12° – Gabriel Varela/Gabriel Morales – 28:42:29.88 – Can-Am Maverick X3
13° – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 28:47:24.03 – Can-Am Maverick X3
14° – Allan Cestari/Weidner Moreira – 28:58:59.35 – Can-Am Maverick X3
15° – Luiz Rodrigues/Fernando Filho – 29:37:45.00 – Can-Am Maverick X3

Publicado em Can-Am no Sertões

Rally dos Sertões – Campeões dos UTVs serão definidos neste sábado (26)

A bordo do Can-Am Maverick X3, Lucas Barroso e Breno Rezende lideram com 1min24seg de vantagem sobre Bruno Varela e João Arena; Chegada será em Bonito-MS
Fonte: Mundo Press

Lucas Barroso/Breno Rezende a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Lucas Barroso/Breno Rezende a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Os campeões dos UTVs serão definidos nos metros finais do 25º Rally dos Sertões. A sétima e última etapa da prova está marcada para este sábado (26) entre Aquidauana e Bonito, no Mato Grosso do Sul, com 420 quilômetros de percurso – 240 deles de trechos cronometrados. A bordo do Can-Am Maverick X3, o piloto cearense Lucas Barroso e o navegador mineiro Breno Rezende lideram com apenas 1min24seg de vantagem sobre os paulistas Bruno Varela e João Arena. Os resultados são extra-oficiais.

A Can-Am é a atual tetracampeã dos UTVs e está muito próxima de conquistar mais uma taça. Incluindo os resultados desta sexta-feira (25), quando foi realizada a sexta etapa entre Coxim-MS e Aquidauana-MS, a fábrica canadense passou a dominar o Top 15 da categoria com os veículos Maverick X3.

Lucas Barroso está motivado. “Vamos para o tudo ou nada. Conseguimos retomar a liderança e a estratégia é acelerar o máximo na etapa final para conquistar esse título tão desejado. Chegar no último dia do Sertões com uma diferença pequena entre os ponteiros é muito legal para os UTVs, mostra que a categoria está acirrada e com disputas emocionantes”, disse o cearense.

Bruno Varela também está atrás do seu primeiro título no Rally dos Sertões. “O ‘bicho vai pegar’ na etapa final da prova. Só me resta acelerar com o coração, a garra pode fazer toda a diferença”, concluiu o paulista.

Bruno Varela/João Arena a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Bruno Varela/João Arena a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Victor Eleutério/DFotos

O Rally dos Sertões teve início em Goiânia (GO) no dia 20 de agosto e também inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. No total, a edição de 25 anos do evento é formada por 3300 km (1999 de especiais).

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – 6ª Etapa
1° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 2:11:44.15 – Can-Am Maverick X3
2° – Denisio Nascimento/Emilio Rockenbach – 2:13:12.75 – Can-Am Maverick X3
3° – Bruno Varela/João Arena – 2:13:47.74 – Can-Am Maverick X3
4° – Rodrigo Varela/Idali Bosse – 2:17:18.90 – Can-Am Maverick X3
5° – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 2:18:43.14 – Can-Am Maverick X3
6° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 2:19:08.23 – Can-Am Maverick X3
7° – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 2:20:42.70 – Can-Am Maverick X3
8° – Edu Piano/Solon Mendes – 2:21:11.12 – Can-Am Maverick X3
9° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 2:21:12.26 – Can-Am Maverick X3
10° – Deninho Casarini/Luis Felipe Eckel – 2:23:47.73 – Can-Am Maverick X3

UTVs – Acumulado após seis etapas
1° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 22:33:18.34 – Can-Am Maverick X3
2° – Bruno Varela/João Arena – 22:34:42.65 – Can-Am Maverick X3
3° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 23:09:39.15 – Can-Am Maverick X3
4° – Edu Piano/Solon Mendes – 23:12:12.50 – Can-Am Maverick X3
5° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 23:13:05.33 – Can-Am Maverick X3
6° – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 23:36:13.92 – Can-Am Maverick X3
7° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 23:55:40.48 – Can-Am Maverick X3
8° – Gabriel Cestari/Edgar Fabre – 24:14:55.83 – Can-Am Maverick X3
9° – Daniel Mahseredjian/Sano Chermont – 24:19:36.95 – Can-Am Maverick X3
10° – Rodrigo Betti/Daniel Crema – 24:43:40.83 – Can-Am Maverick X3
11° – Rodrigo Varela/Idali Bosse – 25:13:14.33 – Can-Am Maverick X3
12° – Allan Cestari/Weidner Moreira – 25:45:49.23 – Can-Am Maverick X3
13° – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 25:56:50.34 – Can-Am Maverick X3
14° – Luiz Rodrigues/Fernando Filho – 26:00:04.36 – Can-Am Maverick X3
15° – Gabriel Varela/Gabriel Morales – 26:56:03.21 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI (Deslocamento inicial) – 128,62 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 240,45 km
DF (Deslocamento final) – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Publicado em CAN-AM, Can-Am no Sertões Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , |

Rally dos Sertões – Diferença de 39 segundos separa os ponteiros dos UTVs

Bruno Varela e João Arena assumem liderança, seguidos por Lucas Barroso e Breno Rezende; Veículos Can-Am Maverick X3 dominam Top 13 da categoria.
Fonte: Mundo Press

Bruno Varela/João Arena a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Marcelo Maragni/DFotos

Bruno Varela/João Arena a bordo do Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Marcelo Maragni/DFotos

A categoria para UTVs é um show à parte no 25º Rally dos Sertões. Após cinco dias de prova, os paulistas Bruno Varela e João Arena assumiram a liderança com apenas 39 segundos de vantagem sobre o cearense Lucas Barroso e o mineiro Breno Rezende, de acordo com os resultados extra-oficiais. O percurso desta quinta-feira (24) foi de Barra do Garças (MT) a Coxim (MS), com 666,01 quilômetros (438 de trechos cronometrados).

Tetracampeã do Sertões, a família Can-Am Maverick dominou o Top 13 dos UTVs com os veículos dos modelos X3. A categoria promete mais emoções na sexta e penúltima etapa do roteiro, marcada para esta sexta-feira (25) com destino a Aquidauana (MS). Serão 429 km de trajeto, incluindo 194 de especiais.

“Foi difícil, mas conseguimos assumir a liderança – apesar da vantagem ser muito pequena”, disse o piloto Bruno Varela. “A quinta etapa foi muito boa, com saltos e todos os tipos de terrenos. Foi a especial que eu mais gostei até agora, mas muitos competidores ficaram pelo caminho. O Can-Am Maverick X3 está zero, sem qualquer problema, e agora é acelerar para continuar na frente”, continuou.

O piloto Lucas Barroso também está pronto para as etapas finais do Sertões. “A disputa vai pegar fogo, o que é muito legal para a categoria. A minha estratégia será ter um bom ritmo e acelerar com consciência na sexta etapa, para definir no último dia”, concluiu.

O Rally dos Sertões teve início em Goiânia (GO) no dia 20 de agosto e também inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. No total, a edição de 25 anos do evento é formada por 3300 km (1999 de especiais). A chegada será no próximo sábado (26) em Bonito (MS).

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – 5ª Etapa
1° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 5:10:10.91 – Can-Am Maverick X3
2° – Rodrigo Varela/Idali Filho – 5:10:37.24 – Can-Am Maverick X3
3° – Bruno Varela/João Arena – 5:13:07.95 – Can-Am Maverick X3
4° – Gabriel Varela/Gabriel Morales – 5:19:09.39 – Can-Am Maverick X3
5° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 5:22:43.24 – Can-Am Maverick X3
6° – Edu Piano/Solon Mendes – 5:24:13.45 – Can-Am Maverick X3
7° – Denisio Nascimento/Emilio Rockenbach – 5:24:47.32 – Can-Am Maverick X3
8° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 5:27:41.50 – Can-Am Maverick X3
9° – Enrico Almeida/Fabio Pedroso – 5:28:39.70 – Can-Am Maverick X3
10° – Daniel Mahseredjian/Sano Chermont – 5:28:49.89 – Can-Am Maverick X3

UTVs – Acumulado após cinco etapas
1° – Bruno Varela/João Arena – 20:20:54.91 – Can-Am Maverick X3
2° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 20:21:34.19 – Can-Am Maverick X3
3° – Ismar Júnior/Andrá Galvão de Sá – 20:50:30.92 – Can-Am Maverick X3
4° – Edu Piano/Solon Mendes – 20:51:01.38 – Can-Am Maverick X3
5° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 20:51:53.07 – Can-Am Maverick X3
6° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 21:14:14.86 – Can-Am Maverick X3
7° – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 21:17:30.78 – Can-Am Maverick X3
8° – Gabriel Cestari/Edgar Fabre – 21:44:34.87 – Can-Am Maverick X3
9° – Daniel Mahseredjian/Sano Chermont – 21:55:06.66 – Can-Am Maverick X3
10° – Rodrigo Betti/Daniel Crema – 22:18:58.28 – Can-Am Maverick X3
11° – Rodrigo Varela/Idali Filho – 22:55:55.43 – Can-Am Maverick X3
12° – Luiz Rodrigues/Fernando Filho – 23:05:28.16 – Can-Am Maverick X3
13° – Allan Cestari/Weidner Moreira – 23:07:50.20 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões
6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI (Deslocamento inicial) – 59,82 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 194,91 km
DF (Deslocamento final) – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1999,52 km

Publicado em Can-Am no Sertões

Can-Am apresenta Maverick X3 Xrs Turbo R de 172HP no Rally dos Sertões

Atual tetracampeã da categoria UTVs, marca canadense revela a versão 2018 do veículo, que está no maior desafio off-road do país com a dupla Gabriel Varela/Gabriel Morales.
Fonte: Mundo Press

Novo Can-Am Maverick X3 X rs Turbo R de 172HP no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Victor Eleuterio/DFotos

Especificações técnicas do lançamento da Can-Am: ACESSE

O novíssimo Can-Am Maverick X3 Xrs Turbo R de 172HP acaba de desembarcar no Brasil direto para o 25º Rally dos Sertões. Atual tetracampeã da categoria UTV, a marca canadense voltou a revolucionar o segmento de powersports com o lançamento, que representa o Side-By-Side esportivo com a maior potência de fábrica do mercado.

A chegada do Rally dos Sertões será no próximo sábado (26) em Bonito-MT, após 3.300 quilômetros de desafios – incluindo 1.999 km de trechos cronometrados (especiais). O ponto de partida foi a cidade de Goiânia-GO, no último dia 20 de agosto. O novo Can-Am Maverick X3 X rs Turbo R está em ação com o piloto Gabriel Varela e o navegador Gabriel Morales.

O lançamento do UTV Can-Am Maverick X3, em 2017, já elevou o segmento de powersports ao próximo nível com o motor de 154HP. O visual agressivo e inconfundível, moldado pela cabine Ergo-lock, de cara conquistou os competidores por oferecer contato direto com o “coração” do veículo e sistema de suspensão eficiente, resultando em mais confiança na pilotagem.

Seguro e extremamente estável, o novo Can-Am Maverick X3 Xrs Turbo R 2018 traz todas estas qualidades e ainda representa o UTV esportivo com a maior potência de fábrica do mercado, com seu motor de Eficiência Avançada de Combustão (ACE) Rotax turbocharged de 172HP.

“O potente motor do Can-Am Maverick X3 X rs Turbo R 2018 é resultado de muito trabalho da fábrica em favor da performance. O DNA de competição está presente em todos os veículos da Can-Am”, explicou Adilson Greco Gaspar, coordenador de marketing e de PAC (Peças, Acessórios e Vestuário) para América Latina da BRP. O grupo é responsável pelos produtos assinados pela Can-Am.

“A versão 2018 traz 12% mais potência e acréscimo de 10% de torque comparada ao modelo 2017. De acordo com testes internos, o lançamento pode ir de 0 a 96km/h em apenas 4,4 segundos, é o UTV com a mais rápida aceleração do segmento”, reforçou Gaspar. O Can-Am Maverick X3 X rs Turbo R 2018 tem previsão de chegada nas mais de 60 concessionárias BRP espalhadas pelo país em setembro.

Clique aqui e encontre o seu Can-Am.

Publicado em Can-Am Maverick

Rally dos Sertões – Categoria para UTVs tem disputas eletrizantes

Lucas Barroso e Breno Rezende seguem na ponta a bordo do Can-Am Maverick X3; Diferença dos líderes para a dupla em quinto na tabela é de menos de 26 minutos
Fonte: Mundo Press

Bruno Varela/João Arena a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017  Crédito: Marcelo Machado/DFotos

Bruno Varela/João Arena a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Marcelo Machado/DFotos

Categoria que mais cresce nas competições off-road, os UTVs travam disputas eletrizantes na 25ª edição do Rally dos Sertões. O piloto cearense Lucas Barroso e o navegador mineiro Breno Rezende seguem na liderança com o Can-Am Maverick X3 após a quarta etapa, realizada nesta quarta-feira (23) entre Aruanã-GO e Barra do Garças-MT. O roteiro do dia incluiu 471 quilômetros, 273 deles trechos cronometrados (especiais), e os resultados são extra-oficiais.

Os UTVs reservam ainda mais emoções até a chegada, que será no próximo dia 26 em Bonito (MS), já que menos de 26 minutos separam os cinco primeiros colocados da tabela. O que está claro é o domínio do Can-Am Maverick X3, que representa a escolha de nove duplas do Top 10 da categoria.

“Ainda tem muito rally pela frente, mas espero que a gente consiga manter o bom ritmo e a liderança”, comentou Barroso, em busca do seu primeiro título no Rally dos Sertões. A Can-Am é a atual tetracampeã dos UTVs no maior rally dos país com os veículos da família Maverick.

“A quarta etapa teve muitas retas, altas velocidades e belas paisagens, como o Rio Araguaia. Mais uma vez, terminamos o roteiro sem qualquer problema. Estamos nos sentindo muito bem na prova e o Can-Am Maverick X3 é perfeito, só há necessidade de fazermos a manutenção preventiva no final do dia”, contou Barroso.

Nesta quinta-feira (24), a quinta etapa do Rally dos Sertões tem como destino a cidade de Coxim, no Mato Grosso do Sul. Serão 666 km de percurso e 438 de especiais. O Rally dos Sertões teve início em Goiânia no dia 20 de agosto e também inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. No total, a edição de 25 anos da prova é formada por 3300 km (1999 de especiais).

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – 4ª Etapa
1° – Vinicius Rosa/Gustavo Rosa – 2:12:22.70 – Can-Am Maverick X3
2° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 2:13:42.17 – Can-Am Maverick X3
3° – Ruan Oliveira Lima/Rafael Shimuk – 2:14:36.58 – Can-Am Maverick X3
4° – Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz – 2:14:40.50
5° – Deninho Casarini/Luis Felipe Eckel – 2:15:29.35 – Can-Am Maverick X3
6° – Bruno Varela/João Arena – 2:16:20.09 – Can-Am Maverick X3
7° – Edu Piano/Solon Mendes – 2:17:07.83 – Can-Am Maverick X3
8° – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 2:17:19.98 – Can-Am Maverick X3
9° – Euclides Junior/Marcos Panstein – 2:17:24.61 – Can-Am Maverick X3
10° – Rodrigo Varela/Idali Bosse – 2:17:47.40 – Can-Am Maverick X3

UTVs – Acumulado após quatro etapas
1° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 14:58:50.95 – Can-Am Maverick X3
2° – Bruno Varela/João Arena – 15:07:46.96 – Can-Am Maverick X3
3° – Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz – 15:11:26.15
4° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 15:24:11.57 – Can-Am Maverick X3
5° – Edu Piano/Solon Mendes – 15:24:47.93 – Can-Am Maverick X3
6° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 15:36:40.62 – Can-Am Maverick X3
7° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 15:40:20.01 – Can-Am Maverick X3
8° – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 15:48:51.08 – Can-Am Maverick X3
9° – Euclides Júnior/Marcos Panstein – 15:52:11.33 – Can-Am Maverick X3
10° – Gabriel Cestari/Edgar Fabre – 16:06:04.38 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões
5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI (Deslocamento inicial) – 13,85 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 438,86 km
DF (Deslocamento final) – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Publicado em CAN-AM, Can-Am no Sertões Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , |

Rally dos Sertões – Lucas Barroso e Breno Rezende chegam à liderança dos UTVs

Após três dias de prova, dupla dita ritmo com o Can-Am Maverick X3; Veículos da família tetracampeã do Sertões dominam o Top 13 da categoria
Fonte: Mundo Press

Lucas Barroso/Breno Rezende a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017  Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Lucas Barroso/Breno Rezende a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Victor Eleutério/DFotos

O piloto Lucas Barroso e o navegador Breno Rezende conquistaram a liderança entre os UTVs do Rally dos Sertões nesta terça-feira (22), após três dias de desafios. A dupla dita ritmo a bordo do Can-Am Maverick X3, veículo que representa a escolha dos 13 primeiros colocados na briga pelo título da categoria, de acordo com os resultados extra-oficiais. Nesta quarta-feira (23), a caravana do maior rally do país parte de Aruanã (GO) para Barra do Garças (MT). A quarta etapa terá 471 quilômetros de percurso, sendo 273km de trechos cronometrados (especiais).

A Can-Am é a atual tetracampeã dos UTVs no Rally dos Sertões com os veículos da família Maverick. Nesta edição de 25 anos do evento, as máquinas voltaram a mostrar força e resistência na etapa Maratona, que não permitiu qualquer auxílio mecânico externo nos últimos dois dias de prova. A terceira etapa largou de Santa Terezinha de Goiás (GO) e incluiu 306 quilômetros de percurso – 297 deles de especiais.

“Se tivesse mais um dia de Maratona, o Maverick X3 aguentava”, garantiu o cearense Barroso. “Estou muito feliz por termos assumido a liderança dos UTVs. Espero que a gente continue com esse ritmo até o final, sempre acelerando com consciência para chegar da melhor forma, já que ainda tem muito rally pela frente”, continuou o piloto.

Ele destacou o trabalho do mineiro Rezende, que é o navegador atual campeão dos UTVs no Sertões. “A prova está ótima, com muitos saltos, pedras e exigência na navegação. Tenho bastante confiança no Breno e a nossa comunicação está muito boa”, finalizou Barroso. O Rally dos Sertões também inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. A chegada está marcada para o dia 26 de agosto em Bonito (MS).

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – 3ª Etapa

1° – Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz – 3:33:12.11
2° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 3:34:27.99 – Can-Am Maverick X3
3° – Bruno Varela/João Arena – 3:35:36.96 – Can-Am Maverick X3
4° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 3:36:44.84 – Can-Am Maverick X3
5° – Vinícius Rosa/Gustavo Rosa – 3:37:05.65 – Can-Am Maverick X3
6° – Deninho Casarini/Luis Felipe Eckel – 3:37:11.96 – Can-Am Maverick X3
7° – Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira – 3:39:40.80 – Can-Am Maverick X3
8° – Euclides Júnior/Marcos Panstein – 3:41:08.66 – Can-Am Maverick X3
9° – Edu Piano/Solon Mendes – 3:44:49.16 – Can-Am Maverick X3
10° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 3:45:55.93 – Can-Am Maverick X3

UTVs – Acumulado após três etapas
1° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 12:49:03.55 – Can-Am Maverick X3
2° – Bruno Varela/João Arena – 12:55:17.57 – Can-Am Maverick X3
3° – Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira – 13:10:01.34 – Can-Am Maverick X3
4° – Edu Piano/Solon Mendes – 13:10:47.68 – Can-Am Maverick X3
5° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 13:19:49.92 – Can-Am Maverick X3
6° – Ismar Júnior/André Galvão de Sá – 13:24:05.64 – Can-Am Maverick X3
7° – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 13:32:24.43 – Can-Am Maverick X3
8° – Euclides Junior/Marcos Panstein – 13:39:10.29 – Can-Am Maverick X3
9° – Gabriel Cestari/Edgar Fabre – 13:43:35.95 – Can-Am Maverick X3
10° – Daniel Mahseredjian/Sano Chermont – 14:09:53.17 – Can-Am Maverick X3
11° – Rodrigo Betti/Daniel Crema – 14:13:59.79 – Can-Am Maverick X3
12° – Luiz Rodrigues/Fernando Filho – 14:19:46.38 – Can-Am Maverick X3
13° – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 14:33:23.56 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões
4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
DI (Deslocamento inicial) – 102,4 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 273,20 km
DF (Deslocamento final) – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 kmTotal de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Publicado em CAN-AM, Can-Am no Sertões Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , |

Rally dos Sertões – Lucas Barroso e Breno Rezende vencem 2ª etapa

Com disputas em formato Maratona, dupla é o destaque do dia na classe para UTVs; Veículos Can-Am Maverick X3 ocupam nove posições do Top 10 na briga pelo título categoria.
Fonte: Mundo Press

Lucas Barroso e Breno Rezende a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017  Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Lucas Barroso e Breno Rezende a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 Crédito: Victor Eleutério/DFotos

O piloto cearense Lucas Barroso e o navegador mineiro Breno Rezende foram os vencedores dos UTVs na segunda etapa do Rally dos Sertões. Entre Goianésia e Santa Terezinha de Goiás, em Goiás, o roteiro incluiu 326 quilômetros, sendo 248 de trechos cronometrados. A dupla acelera a bordo do veículo Can-Am Maverick X3, a escolha de nove competidores que ocupam o Top 10 da categoria, de acordo com os resultados acumulados extra-oficiais.

Denisio Nascimento/Emilio Rockenbach a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017  Crédito: Vinícius Branca/DFotos

Denisio Nascimento/Emilio Rockenbach a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Vinícius Branca/DFotos

Os atuais líderes são Denisio do Nascimento e Emilio Rockenbach, que ficaram na segunda posição na etapa do dia, marcado pelas disputas em formato Maratona. Assim, os competidores só poderão ter auxílio mecânico externo após a terceira etapa, marcada para esta terça-feira (22) com 306 km de percurso, sendo 297 de especiais.

O destino será a cidade de Aruanã, ainda no Estado do Goiás. De acordo com Lucas Barroso, o Can-Am Maverick X3 da dupla chegou inteiro ao parque fechado. “Foi um ótimo dia. Imprimimos um forte ritmo, mas sem arriscar, por conta da etapa Maratona. O veículo está 100% para amanhã e as expectativas são ótimas. Espero que a gente consiga mais uma vitória”, declarou.

Depois de uma estreia conturbada, na qual teve problemas e confirmou o 23º lugar dos UTVs, a dupla Gabriel Varela/Gabriel Morales alcançou o décimo posto na segunda etapa. “Largamos atrás e sofremos com a poeira, mas conseguimos fazer muitas ultrapassagens. O nosso maior problema tem sido as rodas que importamos dos Estados Unidos. Tivemos duas rodas estouradas ontem e mais uma hoje, o que causou bastante atraso”, explicou.

“De qualquer forma, estou otimista de que vamos conseguir melhorar os nossos resultados, já que o Can-Am Maverick X3 2018 está perfeito, pronto para largar na segunda parte da etapa Maratona”, concluiu Varela. Em sua 25ª edição, o Rally dos Sertões também inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. A chegada está marcada para o dia 26 de agosto em Bonito (MS).

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – 2ª Etapa
1° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 4:14:03.73 – Can-Am Maverick X3
2° – Denisio do Nascimento/Emilio Rockenbach – 4:17:11.31 – Can-Am Maverick X3
3° – Leonardo Beleza/Rogerio Almeida – 4:17:13.83
4° – Bruno Varela/João Arena – 4:17:59.61 – Can-Am Maverick X3
5° – Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz – 4:19:07.10
6° – Tata Xavier/Deco Muniz – 4:19:52.51
7° – Ismar Junior/Andre Galvão de Sá – 4:22:25.39 – Can-Am Maverick X3
8° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 4:24:02.26 – Can-Am Maverick X3
9° – Rodrigo Varela/Idali Bosse – 4:24:24.80 – Can-Am Maverick X3
10° – Gabriel Varela/Gabriel Morales – 4:24:25.25 – Can-Am Maverick X3

UTVs – Acumulado após duas etapas
1° – Denisio Nascimento/Emilio Rockenbach – 4:42:28.87 – Can-Am Maverick X3
2°- Edu Piano/Solon Mendes – 4:52:41.94 – Can-Am Maverick X3
3° – Enrico Almeida/Fabio Pedroso – 4:54:44.89 – Can-Am Maverick X3
4° – Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira – 4:55:18.22 – Can-Am Maverick X3
5° – Bruno Varela/João Arena – 4:55:50.30 – Can-Am Maverick X3
6° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 4:56:37.06 – Can-Am Maverick X3
7° – Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz – 5:02:26.44
8° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 5:02:40.98 – Can-Am Maverick X3
9° – Ismar Júnior/ André Galvão de Sá – 5:15:45.22 – Can-Am Maverick X3
10° – Euclides Junior/Marcos Panstein – 5:15:52.24 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões
3ª Etapa – 22/8 (Terça-feira)
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
DI (Deslocamento inicial) – 0 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 297,06km
DF (Deslocamento final) – 9 km
Total do dia: 306,06 km

4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
DI – 102,4 km
TE – 273,20 km
DF – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

Publicado em Can-Am no Sertões

Rally dos Sertões – Can-Am Maverick X3 abre disputa nas seis primeiras posições

Em dia de desafios extremos, veículo da marca canadense é o grande destaque da categoria para UTVs; Etapa Maratona será nesta segunda-feira (21).
Fonte: Mundo Press

Denisio do Nascimento/Emilio Rockenbach na etapa de abertura do Rally dos Sertões 2017 Crédito: Marcelo Machado/DFotos

Denisio do Nascimento/Emilio Rockenbach na etapa de abertura do Rally dos Sertões 2017 Crédito: Marcelo Machado/DFotos

O 25º Rally dos Sertões teve início com grau máximo de dificuldade neste domingo (20). Atual tetracampeã dos UTVs, a Can-Am saiu na frente e dominou as seis primeiras posições da categoria com os veículos Maverick X3. O piloto Deni do Nascimento e o navegador Emilio Rockenbach venceram, seguidos por Enrico Amarante e Fábio Pedroso, de acordo com os resultados extra-oficiais. A etapa de abertura foi realizada entre Goiânia e Goianésia, Goiás, e somou 680 quilômetros – 306 deles de trechos cronometrados (especiais).

Enrico Amarante/Fábio Pedroso na etapa de abertura do Rally dos Sertões 2017. Crédito: Victor Eleutério/DFotos

Enrico Amarante/Fábio Pedroso na etapa de abertura do Rally dos Sertões 2017. Crédito: Victor Eleutério/DFotos

O trajeto foi marcado por terreno acidentado, estradas de alta e de médias velocidades, travessias de rios e muita pedra. Dos 34 UTVs inscritos, 26 completaram o roteiro, como o goiano Amarante. “O dia foi bom para acelerar e o Maverick X3 esteve fantástico, chegou inteiro no final”, avaliou o piloto. Atual campeão nacional, ele ainda somou pontos importantes para a disputa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, já que o Sertões é válido pelas quatro etapas finais do calendário.

Os competidores precisaram de muita garra para terminar o dia, principalmente os que tiveram problemas pelo caminho. Após uma hora e meia parados por conta de uma roda importada dos Estados Unidos, Rodrigo Varela e Idali Bosse ficaram na 21ª posição. “Foi o resultado de um parafuso solto no meio da especial. Perdemos muito tempo, apesar de termos tido ótimos momentos no dia por conta do desempenho do Maverick X3, sempre rápido, forte e com ótimo conjunto”, garantiu Varela.

Nesta segunda-feira (21), a segunda etapa do Rally dos Sertões será disputada em formato Maratona, o qual não permite apoio mecânico externo no final do dia. O percurso terá destino a Santa Terezinha de Goiás-GO, com 326 quilômetros (248 de especiais). O maior rali do país inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. A chegada está marcada para o dia 26 de agosto em Bonito (MS).

Resultados (extra-oficiais) – 25º Rally dos Sertões
UTVs – 1ª Etapa
1° – Deni do Nascimento/Emilio Rockenbach – 4:42:28.87 – Can-Am Maverick X3
2° – Enrico Almeida/Fabio Pedroso – 4:48:44.89 – Can-Am Maverick X3
3° – Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira – 4:49:18.22 – Can-Am Maverick X3
4° – Edu Piano/Solon Mendes – 4:52:41.94 – Can-Am Maverick X3
5° – Bruno Varela/João Arena – 4:55:50.30 – Can-Am Maverick X3
6° – Lucas Barroso/Breno Rezende – 4:56:37.06 – Can-Am Maverick X3

7° – Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz – 5:02:26.44
8° – Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama – 5:02:40.98 – Can-Am Maverick X3
9° – Ismar Júnior/Andre Galvão de Sá – 5:08:45.22 – Can-Am Maverick X3
10° – Euclides Júnior/Marcos Panstein – 5:15:52.24 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões
2ª Etapa – 21/8 (Segunda-feira)
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO) – ETAPA MARATONA
DI (Deslocamento inicial) – 78 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 248 km
DF (Deslocamento final) – 0 km
Total do dia: 326 km

3ª Etapa – 22/8 (Terça-feira)
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
DI – 0 km
TE – 297,06km
DF – 9 km
Total do dia: 306,06 km

4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
DI – 102,4 km
TE – 273,20 km
DF – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Publicado em Can-Am no Sertões

Rally dos Sertões – Deninho Casarini e Luis Eckel largam na frente dos UTVs

Dupla voa baixo a bordo do veículo Can-Am Maverick X3, que dominou o prólogo da categoria; Largada será neste domingo (20) em Goiânia-GO.
Fonte: Mundo Press

Deninho Casarini/Luis Felipe Eckel no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Marcelo Machado/DFotos

Deninho Casarini/Luis Felipe Eckel no Rally dos Sertões 2017. Crédito: Marcelo Machado/DFotos

O piloto Deninho Casarini e o navegador Luis Eckel serão os primeiros a largar entre os UTVs do 25º Rally dos Sertões. A dupla voou baixo e cravou o melhor tempo do prólogo, realizado neste sábado (19) em Senador Canedo (GO), a bordo do UTV Can-Am Maverick X3. O veículo da fábrica canadense dominou nove posições do Top 10 da categoria na tomada de tempos.

Neste domingo (20), os competidores encaram a primeira etapa da programação, entre Goiânia e Goianésia, em Goiás, com 680 quilômetros de percurso. Os trechos cronometrados somam 306,82 km. “De acordo com a organização, a etapa de abertura será a mais difícil do Sertões, com vários tipos de terreno e oito rios para atravessar. Foi muito importante termos vencido o prólogo, para poder imprimir um forte ritmo desde o início e evitar possíveis ultrapassagens amanhã”, explicou o catarinense Eckel.

Dos 34 UTVs inscritos no Sertões, 22 são da família de veículos Can-Am Maverick X3. A marca canadense é a atual tetracampeã da categoria. Os outros destaques do prólogo foram as duplas Bruno Varela/João Arena e Rodrigo Varela/Idali Bosse, na segunda e terceira posições, respectivamente, seguidas de perto por Lucas Barroso/Breno Rezende, Gabriel Varela/Gabriel Morales e Enrico Almeida/Fábio Pedroso.

Resultados
UTVs – Prólogo
1° – #207 – Deninho Casarini/Luis Felipe Eckel – 0:03:49.90 – Can-Am Maverick X3
2° – #216 – Bruno Varela/João Arena – 0:03:50.70 – Can-Am Maverick X3
3° – #213 – Rodrigo Varela/Idali Bosse – 0:03:52.49 – Can-Am Maverick X3
4° – #220 – Lucas Barroso/Breno Rezende – 0:03:54.77 – Can-Am Maverick X3
5° – #208 – Gabriel Varela/Gabriel Morales – 0:03:55.37 – Can-Am Maverick X3
6° – #201 – Enrico Almeida/Fábio Pedroso – 0:03:57.23 – Can-Am Maverick X3
7° – #214 – Leonardo Beleza/Marcos Almeida – 0:03:59.57
8 – #203 – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 03:59.81 – Can-Am Maverick X3
9° – #235 – Edu Piano/Solon Júnior – 04:07.58 – Can-Am Maverick X3
10° – #231 – Ismar Júnior/Andre Galvao de Sá – 04:10.19 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões

1ª Etapa – 20/8 (Domingo)
Goiânia (GO) – Goianésia (GO)
DI (Deslocamento inicial) – 221,87 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 306,82 km
DF (Deslocamento final) – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

2ª Etapa – 21/8 (Segunda-feira)
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO) – ETAPA MARATONA
DI – 78 km
TE – 248 km
DF – 0 km
Total do dia: 326 km

3ª Etapa – 22/8 (Terça-feira)
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
DI – 0 km
TE – 297,06km
DF – 9 km
Total do dia: 306,06 km

4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
DI – 102,4 km
TE – 273,20 km
DF – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Publicado em Can-Am no Sertões