Embaixadores Can-Am vencem na terra e na água

Lucas Barroso inicia Cearense de Rally Baja na liderança dos UTVs; Bruno Varela fatura prova de Endurance com a moto aquática Sea-Doo RXP-X 300
Fonte: Mundo Press

Box da TerraBella Racing e os UTVs Can-Am Maverick X3 no Cearense de Rally Baja Crédito: Divulgação/TerraBella Racing

Box da TerraBella Racing e os UTVs Can-Am Maverick X3 no Cearense de Rally Baja Crédito: Divulgação/TerraBella Racing

Na terra e na água, o fim de semana (27 e 28) teve saldo positivo para os embaixadores Can-Am. Lucas Barroso imprimiu forte ritmo com o novo UTV Maverick X3 e venceu entre os UTVs na abertura do Campeonato Cearense de Rally Baja, em Itaitinga (CE). Em Ribeirão Pires (SP), Bruno Varela foi campeão da prova da BJSA de Endurance a bordo da moto aquática Sea-Doo RXP-X 300.

O desafio em terra firme reuniu 42 UTVs neste sábado, sendo que o lançamento da Can-Am representou mais da metade do grid. “A equipe TerraBella Racing competiu com 24 UTVs Maverick X3. Foram três voltas de 20 quilômetros e eu venci as duas primeiras. Na última, debaixo de forte chuva, administrei o resultado e fiquei em quinto, o que garantiu a vitória da corrida”, relatou Barroso.

A prova também valeu como a segunda etapa do Brasil Nordeste de Rally Baja. “A categoria dos UTVs tem crescido bastante e a ideia é que o Campeonato Cearense supere o grid de 60 veículos nesta temporada, que terá cinco etapas. A próxima será em julho”, acrescentou o piloto.

Atual vice-líder dos UTVs no Campeonato Brasileiro da modalidade, Bruno Varela mudou de ares. Ele encarou três horas de disputas nas águas da Represa Billings, em revezamento com os parceiros Allan Laffront e Daniel Tocchini, neste domingo. “Foi uma prova sensacional, vencemos nos últimos 20 minutos. A nossa moto aquática fez diferença e foi uma das poucas que chegaram inteiras no final”, contou.

Bruno Varella, Daniel Tocchini e Allan Laffront (da esq. para dir.) com a moto aquática Sea-Doo RXP-X 300 Crédito: Divulgação

Bruno Varella, Daniel Tocchini e Allan Laffront (da esq. para dir.) com a moto aquática Sea-Doo RXP-X 300 Crédito: Divulgação

No sábado, o piloto competiu sozinho e garantiu a segunda colocação da Supercourse Turbo, categoria de elite das motos aquáticas. “Gostei muito dos resultados e estou pronto para o que vier, não importa se for na água, na terra ou até no ar”, finalizou Varela. O próximo desafio do piloto será o Rally Jalapão 500, dias 3 e 4 de junho, no Tocantins – prova válida pelo Brasileiro de Rally Cross Country.

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , , |

BRP é eleita uma das 10 principais marcas do Canadá em todos os tempos

Após consulta a especialistas em marketing, ranking foi elaborado pelo site Global News em comemoração aos 150 anos do país
Fonte: Mundo Press

BRP assina os veículos da Can-Am e é referência mundial no segmento de Powersports Crédito: Divulgação/BRP

BRP assina os veículos da Can-Am e é referência mundial no segmento de Powersports Crédito: Divulgação/BRP

A BRP foi eleita uma das 10 principais marcas do Canadá pelo Global News. O site é um reconhecido portal de notícias e, após consultar especialistas em marketing e branding, formulou o ranking como parte das comemorações pelos 150 anos do país.

No artigo, o veículo de imprensa destaca a história da BRP e enaltece a invenção do snowmobile, hoje assinados pela Ski-Doo, e a forte influência mundial na indústria de produtos do segmento de Powersports. Criada em 1942 por J-A Bombardier, em Valcourt, a BRP é sinônimo de inovação e excelência quando o assunto são veículos recreativos e motores.

Os produtos são sucesso em mais de 100 países, sendo que a empresa é responsável pelo design, fabricação, distribuição e marketing de marcas consolidadas em diversos tipo de ambiente. No Brasil, a BRP é famosa pelos veículos on-road e off-road da Can-Am, as motos aquáticas da Sea-Doo e os motores de popa da Evinrude. O grupo canadense possui sólida rede de concessionárias: são mais de 60 espalhadas por 24 Estados brasileiros, além do Distrito Federal.

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , , |

Faltam três meses para o início do Rally dos Sertões

Competição vai contar com carros, motos, UTVs e quadriciclos
Fonte: Moto Adventure

Piloto Bruno Varela Foto: Haroldo Nogueira

Piloto Bruno Varela Foto: Haroldo Nogueira

Faltam três meses para o início da programação oficial da edição de 25 anos do Rally dos Sertões. No dia 16 de agosto será aberta a área de boxe no Autódromo Internacional de Goiânia (GO) para receber carros, motos, UTVs e quadriciclos. A prova terá 2.793 quilômetros, pelos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A maior competição off-road do país conta com 233 inscritos. Pilotos e navegadores que representam todas as regiões do Brasil, além de competidores de outros países. Após a largada em Goiânia (dia 20 de agosto), a caravana da prova segue em direção a Goianésia (GO), Santa Terezinha de Goiás (GO) e Aruanã (GO). Depois vai para Barra do Garças (MT), e entra no Mato Grosso do Sul, onde serão realizadas as três últimas etapas, em Coxim (MS), Aquidauana (MS) e a chegada em Bonito (MS).

Confira a programação:

16/08/2017 – Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017 – Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017 - Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 – 1ª Etapa – Goiânia (GO ) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 120 km. Especial (trecho cronometrado) – 310 km. Deslocamento final – 130 km

Total do dia – 560 km

21/08/2017 – 2ª Etapa – Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 54 km. Especial (trecho cronometrado) – 272 km. Deslocamento final -3 km

Total  do dia – 329 km

22/08/2017 – 3ª Etapa – Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 1 km. Especial (trecho cronometrado) – 270 km. Deslocamento final – 15 km

Total do dia – 286 km

23/08/2017 – 4ª Etapa – Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 120 km. Especial (trecho cronometrado) – 240 km. Deslocamento final – 70 km

Total do dia – 430 km

24/08/2017 – 5ª Etapa – Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 42 km. Especial (trecho cronometrado) – 260 km. Deslocamento final – 130 km

Total do dia – 432 km

25/08/2017 – 6ª Etapa – Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 56 km. Especial (trecho cronometrado) – 240 km. Deslocamento final – 30 km

Total do dia – 326 km

26/08/2017 – 7ª e última etapa – Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km. Especial (trecho cronometrado) – 230 km. Deslocamento final – 80 km

Total do dia – 430 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 2.793 km
Especiais (trechos cronometrados) – 1.822 km (65,23%)
Cerimônia de Premiação

Rally é com Can-Am ;)

Publicado em CAN-AM, Can-Am no Sertões Com a tag , , , , , , , , , , , , , |

São Paulo e Rio: trilhas perfeitas para os amantes do off-road

Trilhas com graus de dificuldade para toda a sorte de aventureiros são boas opções de lazer nos dois estados. Há caminhos que contam curiosidades sobre a história do Brasil e ainda proporcionam contato com a natureza
Fonte: Discovery

Foto: Quadricenter

Foto: Quadricenter

Pinheirinho

A trilha, na região da Serra da Cantareira, contém erosão, barro na pista e subidas íngremes. Para acessá-la, é preciso dirigir até a Estrada da Roseira, no município de Mairiporã. O local de partida para a Trilha do Pinheirinho é o Bar do Pedrão. Localizado no Km 6 da Estrada da Roseira, o espaço recebe trilheiros da Serra da Cantareira desde os anos 1980 e é ideal para o descanso antes da volta para a casa. De Mairiporã: Vá pela rodovia Fernão Dias (BR-381), siga pela estrada da represa e pegue a rotatória Estrada da Roseira. De São Paulo, siga em direção norte pela avenida Nova Cantareira em direção à Rua Manuel Tarnovschi; vire à direita na avenida Senador José Ermírio de Moraes e depois novamente à direita na Estrada Juqueri-Mirim. Siga pela avenida Roseira.

Fazenda Santa Rosa

Está situada em uma região rica em nascentes, na cidade de Atibaia. Possui grandes erosões, atoleiros e trechos de barro e areia. Boa opção para grupos e motoristas iniciantes — como está em uma fazenda particular, há equipes de apoio para os jipeiros. O caminho, em uma região rica em nascentes na cidade de Atibaia, é feito em terreno diversificado (grandes erosões, atoleiros e trechos de barro e areia) e com nível de dificuldade médio. “Todos os trechos mais desafiadores têm o que chamamos de ‘aborto’, para quem não quer forçar muito o carro ou não está seguro”, conta Paulo Loesch, proprietário da fazenda. Acesso pela Rodovia Dom Pedro I.

Super Bonder

Com inicio em Itaipava, a trilha tem grau de dificuldade alto e é aconselhada para quem possui experiência. “A trilha tem esse nome porque o carro cola [no solo] mesmo”, diz o guia de turismo e fundador da agência especializada Jeep Eco Tour, Jerônimo Pinheiro.

Caminho do Imperador

Procurada por jipeiros especialmente quando chove e há formação de lama, a travessia “Caminho do Imperador” é boa escolha para quem busca uma trilha com dificuldade moderada. Além dos atrativos naturais, o percurso, localizada em Paty do Alferes, conta um pouco da história do Brasil. “Essa trilha era feita por D. Pedro II, que percorreu diversas vezes o caminho”, conta o guia de turismo e fundador da agência especializada Jeep Eco Tour, Jerônimo Pinheiro. Quem se aventurar pelo Caminho do Imperador encontrará cenários que dão vistas à Baía da Guanabara.

E lembre-se: off-road não é só adrenalina. Atente-se para os itens de segurança e preservação da natureza.

Off-Road é com a Can-Am! ;)

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , , |

Grupo de quadriciclos e UTVs explora o Jalapão, no Tocantins

Expedição de 922 quilômetros reúne 21 veículos Can-Am e passa pelos principais pontos turísticos da região
Fonte: Mundo Press

Expedição no Jalapão organizada pela GP Powersports Crédito: Divulgação/GP Powersports

Expedição no Jalapão organizada pela GP Powersports Crédito: Divulgação/GP Powersports

As belezas do Jalapão, no Tocantins, foram o grande atrativo de uma expedição off-road que reuniu 17 UTVs e quatro quadriciclos da Can-Am. A aventura teve cinco dias de duração e 922 quilômetros percorridos pelos principais pontos turísticos da região, no início de maio. Muitas vezes comparado a um deserto, o Jalapão ocupa área de 34,1 mil km e traz cerrado, caatinga e vegetação rasteira, com dunas de areias douradas que atingem até 30 metros de altura.

“Reunimos 39 participantes, além do nosso staff de sete pessoas, e foi um sucesso”, contou Júlio Cabizuca, da GP Powersports, concessionária BRP responsável pela organização. “O passeio teve clima familiar, harmonia e muita interatividade. É impressionante como as viagens off-road promovem a amizade. Todos que não tinham contato com quadris e UTVs se apaixonaram pela atividade, como foi o caso de algumas mulheres que acompanharam seus maridos pela primeira vez”, continuou.

O roteiro reuniu diversas atrações. “Passamos por lugares incríveis, como a Pedra Furada, Rio Vermelho, Rio do Sono, Cachoeira da Formiga, Cachoeira da Fumaça e o povoado de Mumbuca, próximo a Mateiros, onde surgiu o artesanato com capim dourado. Fizemos questão de comprar as peças diretamente dos produtores, o que rendeu mais de 10 mil reais de lucro para a comunidade e uma linda homenagem dos filhos dos moradores, que cantaram para nós em agradecimento. Foi emocionante”, descreveu Cabizuca.

A viagem transcorreu no tempo certo e sem acidentes. “Fizemos uma programação detalhada, mas sem precisar apressar ninguém nos lugares. Todos curtiram o tempo que quiseram, sem preocupações e com toda a infra-estrutura. Levamos veículos reserva e mecânicos, para qualquer ocorrência, mas eles trabalharam muito pouco, mais na manutenção básica dos veículos ao final do dia. Conseguimos o objetivo principal, que era fazer com que todos ‘desligassem’ de seus deveres diários e preocupações”, concluiu.

A GP Powersports é concessionária BRP em Belo Horizonte (MG) e também organiza passeios curtos para quadriciclos e UTVs aos finais de semana. A próxima expedição está marcada para o fim de outubro, entre Fortaleza (CE) e Natal (RN). Para mais informações sobre os eventos, os interessados devem entrar em contato com a equipe da GP Powersports no telefone (31) 3342-2190.

Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , , , , |

Concessionária BRP Boreal chega a Campo Grande (MS)

Com localização estratégica, revenda oferece suporte completo na comercialização e assistência dos produtos Can-Am, Sea-Doo e Evinrude
Fonte: Mundo Press

Nova concessionária BRP Boreal em Campo Grande (MS) Crédito: Divulgação/Boreal

Nova concessionária BRP Boreal em Campo Grande (MS) Crédito: Divulgação/Boreal

A inauguração da concessionária BRP Boreal é a grande novidade em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A revenda autorizada possui localização estratégica, na saída para Três Lagoas, e oferece suporte completo na comercialização e assistência técnica dos produtos assinados pelo grupo canadense. Seja na água ou na terra, a região possui diversas opções para a utilização das motos aquáticas Sea-Doo, dos motores de popa Evinrude e dos veículos da Can-Am.

“O mercado de produtos powersports em Campo Grande sempre existiu e havia uma demanda para atender o público”, disse Guilherme Ribeiro, um dos proprietários do Grupo Rivesa, de Maringá (PR), responsável pelo novo empreendimento. “A região possui diversas opções de trilhas, para os quadriciclos e UTVs da Can-Am, e estradas, para o roadster Can-Am Spyder. As represas são ideais para as motos aquáticas Sea-Doo e o Pantanal é um verdadeiro play ground para os amantes da pesca e clientes Evinrude.”

A Boreal possui mais de mil metros quadrados de área física, com amplo estacionamento. “Além do show room, temos boutique de produtos e acessórios oficiais, assistência técnica e suporte em peças, ou seja, oferecemos atendimento completo. O lay out da loja foi feito em ‘quatro mãos’, com todo o suporte da equipe da BRP, e traz o espírito das marcas. A localização é estratégica, já que o ponto é nobre e fica próximo a condomínios de luxo da região”, continuou Ribeiro.

“O contato com a BRP teve início no meio do ano passado e, desde sempre, fomos muito bem recebidos. A ideologia do grupo canadense está muito alinhada com o estilo organizacional da Rivesa”, concluiu. A Boreal também irá promover eventos e passeios para os usuários dos produtos BRP. O primeiro deles será no final deste mês de maio, uma expedição na Serra da Canastra, em Minas Gerais, exclusiva para UTVs Can-Am.

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , |

Brasileiros vivem aventura no Marrocos com os quadris e UTVs Can-Am

Expedição organizada pela Villa Motorsports inclui 10 veículos, nove dias de programação e mil quilômetros percorridos nas areias do Sahara e região.
Fonte: Mundo Press

Expedição para quadris e UTVs da Villa Motorsports no Marrocos Crédito: Divulgação/Villa Motorsports

Expedição para quadris e UTVs da Villa Motorsports no Marrocos Crédito: Divulgação/Villa Motorsports

As areias do Marrocos ficarão para sempre na memória de 10 brasileiros, que conheceram diversos ângulos do país a bordo dos quadriciclos e UTVs da Can-Am. A aventura off-road incluiu nove dias de programação, contato direto com a cultura local e mil quilômetros percorridos, incluindo trilhas e regiões que fizeram parte do Rally Dakar.

O grupo contou com representantes de Brasília (DF), Barreiras (BA), Vitória da Conquista (BA) e Palmas (TO) no final de abril, sendo que cada participante pilotou um veículo. Fizeram parte da frota cinco quadriciclos Can-Am Outlander e cinco UTVs Can-Am, dos modelos Maverick e Commander. A expedição teve estrutura completa e foi organizada pela Villa Motorsports, concessionária dos produtos BRP em Goiânia (GO) e em Brasília (DF).

“Foi uma experiência de vida inesquecível, uma viagem maravilhosa pelo interior do Marrocos”, contou Érico Bizzo, da Villa Motorsports. O roteiro foi muito além dos roteiros turísticos tradicionais. “Passamos por areias e oásis do deserto do Sahara, regiões históricas, tribos e povoados do deserto e diversas cidades, como Marrakech, Ouarzazate, Merzouga e Zagora”, continuou.

A cada quilômetro, o grupo descobriu novas atrações. “Dormimos em acompamento Tuareg, visitamos mercados com suas especiarias, cobras naja e tapetes persa e encontramos muita diversão nas imensas dunas do deserto, onde a areia é mais compacta e ótima para acelerar”, continuou, frisando que não houve qualquer tipo de problema pelo caminho.

“A expedição teve suporte completo, incluindo guias que falam português, e índice zero de quebras e acidentes. O Marrocos é um país extremamente seguro e receptivo, com paisagens incríveis e um povo bastante amável”, concluiu Bizzo. A Villa Motorsports é referência na organização de passeios nacionais e internacionais para quadris e UTVs. Os interessados devem entrar em contato nos telefones 61 3033-2266 (loja de Brasília) e 62 3225-1575 (Goiânia).

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , , |

Bruno Varela assume a liderança dos UTVs no Brasileiro de Rally Baja

Piloto confirma resultado após o Rally Cuesta Off-Road, que teve domínio dos novos UTVs Can-Am Maverick X3 X RS em Botucatu (SP)
Fonte: Mundo Press

Bruno Varela a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 X RS no Rally Cuesta Off-Road 2017 Foto: Luciano Santos / DFotos

Bruno Varela a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 X RS no Rally Cuesta Off-Road 2017 Foto: Luciano Santos / DFotos

Bruno Varela assumiu neste domingo (7) a liderança da categoria para UTVs no Campeonato Brasileiro de Rally Baja. A confirmação veio com o segundo lugar no Rally Cuesta Off-Road, vencido pelo experiente Edu Piano, em Botucatu (SP). Os dois competidores aceleraram o novo Can-Am Maverick X3 X RS, que dominou nada menos que as sete primeiras colocações dos UTVs nos resultados acumulados.

Em sua 11ª edição, a prova no interior paulista foi patrocinada pela Can-Am e valeu como quinta e sexta etapas do Brasileiro. Foram dois dias de disputas, com mais de 400 quilômetros, e desafios variados como pedras, lombas, poças e terreno acidentado. Outros destaques foram Valdir Aparecido do Amaral (equipe Quadrijet/Amaral’s Racing), o mais rápido da classe UTV Over 45, e Vinícius Gomes da Silva, que ganhou a UTV Production.

A briga pelo título nacional está pegando fogo. Até o momento, os protagonistas são o líder Bruno Varela e o seu irmão, Rodrigo, que caiu para a segunda colocação na tabela da classificação geral e da UTV Pró. “Fiquei muito perto da vitória no Rally Cuesta Off-Road, mas estou bastante feliz com o resultado. É a primeira vez que chego à liderança na divisão dos UTVs no Brasileiro e espero manter a posição até o final”, comentou Bruno Varela.

A prova também ficará na lembrança de Edu Piano, detentor de sete títulos no Rally dos Sertões (seis entre os caminhões e um de carro). “Foi a primeira vitória da minha carreira entre os UTVs. Disputei o Sertões e algumas provas no ano passado, e desde a primeira vez que andei no UTV Can-Am soube que seria a minha nova categoria. O Maverick X3 X RS é simplesmente fantástico e ainda não encontrei o limite do veículo”, concluiu.

Resultados UTVs – Rally Cuesta Off-Road 2017
1 – #131 – EDU PIANO – 5:07:41 – Can-Am Maverick X3 X RS
2 – #104 – BRUNO VARELA – 5:08:05 – Can-Am Maverick X3 X RS
3 – #103 – ANDRE HORT – 5:19:44 – Can-Am Maverick X3 X RS
4 – #110 – VALDIR APARECIDO DO AMARAL – 5:23:11 – Can-Am Maverick X3 X RS
5 = #125 – GABRIEL DE PAULA CESTARI – 5:31:48 – Can-Am Maverick X3 X RS
6 – #119 – FABIO CITRO – 5:36:19 – Can-Am Maverick X3 X RS
7 – #114 – VINICIUS GOMES DA SILVA – 5:37:33 – Can-Am Maverick X3 X RS
8 – #120 – RENATO MEINBERG – 5:40:11
9 – #143 – NICOLAI UZZUN – 5:50:31
10 – #144 – MAURICIO MASSON – 5:52:43

Ação social – O projeto Ideia Fixa também marcou presença no Rally Cuesta Off-Road. Além da realização da peça de teatro, foram distribuídos kits com produtos de higiene pessoal e beleza, material escolar e livros infantis para 87 crianças.

Publicado em CAN-AM, Campeonato Brasileiro de Rally Baja Com a tag , , , , , , , , , , , |

UTVs prometem altas velocidades no Brasileiro de Rally Baja

Liderada por Rodrigo Varela com o Can-Am Maverick X3 X RS, categoria tem 35 inscritos no Rally Cuesta Off-Road, neste fim de semana em Botucatu (SP)
Fonte: Mundo Press

Rodrigo Varela, líder dos UTVs no Brasileiro de Rally Baja, a bordo do novo Can-Am Maverick X3 X RS Crédito: Doni Castilho/DFotos

Rodrigo Varela, líder dos UTVs no Brasileiro de Rally Baja, a bordo do novo Can-Am Maverick X3 X RS Crédito: Doni Castilho/DFotos

Os UTVs ditam o ritmo do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e prometem altas velocidades neste fim de semana (6 e 7), nas trilhas de Botucatu (SP). Patrocinado pela Can-Am, o 11º Rally Cuesta Off-Road será válido como a quinta e a sexta etapas da competição. A categoria para UTVs possui o maior grid da prova, com 35 inscritos, sendo que as disputas ainda envolvem quadriciclos, motocicletas e carros.

O líder dos UTVs é o piloto Rodrigo Varela, seguido pelo seu irmão, Bruno Varela. Eles aceleram o novo UTV Can-Am Maverick X3 X RS, que nas etapas anteriores do Campeonato Brasileiro chegou a ocupar as cinco primeiras posições da classificação geral, na frente de todas as outras categorias. “A classe dos UTVs subiu muito de nível com a chegada do Can-Am Maverick X3. O veículo já provou que é rápido tanto em trechos curtos como longos, por isso as expectativas são as melhores para Botucatu”, disse Rodrigo Varela.

“Por enquanto a briga pelo título brasileiro está em casa, mas o meu irmão e os outros competidores também querem ganhar e não posso ficar tranquilo”, continuou. A caminho do interior paulista, Deninho Casarini aparece em terceiro lugar na tabela do Brasileiro. “Eu ganhei o Rally Cuesta em 2014 e espero repetir o resultado. A prova é bastante técnica e veloz”, analisou Casarini.

O evento terá 201 quilômetros de percurso por dia, incluindo 164,66 de trechos cronometrados (especiais). Com paisagens da Serra da Cuesta, o trajeto inclui grande variedade de obstáculos, como pedras, lombas e poças, além de terreno acidentado. O grid dos UTVs ainda destaca os pilotos Enrico Amarante, Edu Piano, Gabriel Cestari, Daniel Mahseredjian e Vinícius Gomes da Silva – todos a bordo do Can-Am Maverick X3 X RS.

A equipe Quadrijet Racing, em parceria com a Yoda Racing e a Amaral’s Racing, também entra forte na briga. Os pilotos Gustavo Lapertosa, José Mauro de Almeida, Valdir Aparecido do Amaral e Wilker de Campos representam o time com o Can-Am Maverick X3 X RS. “Estamos indo para vencer, com muita vontade de acelerar”, avisou José Roberto Aguilar, proprietário da Quadrijet, concessionária dos produtos BRP em Nova Lima (MG). “Outro grande objetivo é a diversão, formamos uma grande família e o clima sempre é de confraternização nos bastidores”, concluiu.

Ação social – A solidariedade tem vez na programação do Rally Cuesta Off-Road. O projeto Ideia Fixa, apoiado pela Can-Am, irá comandar as ações sociais às 15h desta sexta-feira (5) na EMEFEI Raul Torres, em Botucatu. Com a presença de 87 crianças, os voluntários farão apresentação de teatro com personagens criados especialmente para o evento. Haverá distribuição de kits com produtos de higiene pessoal e beleza, material escolar e livros infantis.

“A educação é um legado que a criança leva para toda vida. Por meio do esporte, mais especificamente do rally, decidimos realizar este trabalho e plantar boas ideias”, disse Tânia Mara Carvalho, idealizadora do Ideia Fixa. O projeto possui 15 anos de atuação e já distribuiu muito carinho e mais de 207 toneladas de doações em 16 Estados brasileiros.

Publicado em CAN-AM, Campeonato Brasileiro de Rally Baja Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , |

Na Serra Fluminense – Off-Road

Em meio às montanhas do Rio de Janeiro, Cantagalo oferece cenários históricos e trilhas de off-road
Fonte: Moto Adventure

Foto: Iuri Garcia

Foto: Iuri Garcia

Elencar os atrativos do Estado do Rio de Janeiro é tarefa ingrata. Para a maioria, o que primeiro vem à mente são as belas praias, o Cristo Redentor, o Jardim Botânico e o bondinho do Pão de Açúcar. Ou, então, as paisagens de Petrópolis, Teresópolis ou Friburgo. Porém, nem sempre se fala da região centro-norte fluminense, pouco conhecida pela maioria dos turistas. E olhe que, por lá, não faltam lugares bacanas, especialmente se você curte off-road.

CANTAGALO

A cidade de Cantagalo, por exemplo, é simpática e tem uma história que nos remete ao tempo em que a região era habitada pelos índios Goytacazes e Coroados. Até que, por volta de 1761, um aventureiro português, Manoel Henriuqes, começou a desbravar a região em busca de ouro e atravessou o Rio Paraíba do Sul rumo ao Rio Macacu. Em seu rastro vieram outros desbravadores, mas que não encontraram ouro. Porém, viram que a terra era fértil e iniciaram a exploração agrícola de Sertões de Macacu.

Em 1786, a região passou a ser denominada Cantagalo e ganhou imensas plantações de café, milho, feijão e cana-de-açúcar. Na época, a região também era chamada de “Celeiro da Terra Fluminense”. Em 1806, foi elevada a Distrito, com o nome de “Nova Minas de Cantagalo”. Em 1814, passou a ser o município de São Pedro de Cantagalo e, em 1857, tornou-se cidade.

Boas estradas levam até Cantagalo. Há opções a partir do Rio de Janeiro (RJ) via Teresópolis, ou Petrópolis e Friburgo. Para quem é de São Paulo, uma dica é ir pela Rodovia Presidente Dutra e, a partir de Volta Redonda, seguir para a região do Vale do Café, sentido de Vassouras e, depois, Três Rios, Além Paraíba e Cantagalo. Ao chegar à cidade, passeie pelo centro e conheça o Palacete Gavião, de 1860, em estilo neoclássico. Veja, também, a Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento, construída em 1876 e restaurada em 1951 e em 1989. Outros lugares legais são o Coreto, construído em 1924, e o Fórum de Cantagalo, de 1890 e tombado pelo Patrimônio Histórico. Também é interessante visitar alguns logradouros centenários da região, como a Fazenda Sossego, em Euclidelândia, ou a Fazenda Boa Vista, de 1778, construída por suíços.

EUCLIDES DA CUNHA

Aproveite o “tour” para conhecer o Memorial a Euclides da Cunha, exatamente no local onde o escritor nasceu. Depois, siga para o Museu Casa Euclides da Cunha, que reúne todas as obras do autor, além de alguns de seus documentos e pertences.

Euclides da Cunha nasceu em Cantagalo, a 20 de janeiro de 1866, na Fazenda Saudade. Em 1887, a convite do jornal “O Estado de São Paulo”, foi a Canudos acompanhar a famosa rebelião liderada por Antônio Conselheiro e escreveu os apontamentos iniciais de “Os Sertões”, que seria finalizado em 1900 e que se tornaria um clássico da literatura brasileira.

O PALCO DA AVENTURA

A Fazenda Gamela Eco Resort é a grande estrela da região em termos de hospedagem e lazer. Em meio a uma linda mata nativa, a fazenda oferece muito conforto e uma típica comida do interior, feita no fogão à lenha. Para quem curte off-road, há até uma pista própria para isso dentro da propriedade. Sem mencionar as inúmeras trilhas da fazenda e nos arredores.

ATVS E TRILHAS

O pessoal da Quadricenter, de Niterói (RJ), realiza um encontro anual para os amantes dos ATVs na Fazenda Gamela. É necessário fazer reserva antecipadamente, pois o resort fica lotado nos finais de semana em que o evento acontece. O primeiro dia é reservado para se pilotar nas trilhas da região. No segundo, acontece algum rally de regularidade ou gincana off-road. Uma vez que a região é de montanhas, a diversão é garantida – este ano, os pilotos cruzaram áreas em meio a fazendas (com muitos aclives e declives), passaram por trechos erodidos e outros de mata fechada, ou no meio de plantações de eucaliptos e pastagens de gado. A maioria dos pilotos era do Rio de Janeiro, mas paulistas e mineiros também marcaram presença. O companheirismo deu o tom, o que foi ótimo – afinal, manter mais de 50 ATVs em meio a trilhas que alternam trechos rápidos e técnicos não é fácil!

FAMÍLIA

Outro aspecto que agrega ao encontro é seu tom “familiar”. Os pilotos de ATVs comparecem com esposas, filhos e parentes. É bacana ver a alegria das crianças (que ainda não podem ir à trilha) acompanhando os pais e mães se prepararem para a largada. Diversão irrestrita e sem contra-indicações!

QUADRICENTER

Concessionária Can-Am BRP, localizado em Niterói, na Estrada Francisco da Cruz Nunes, 1824, a Quadricenter tem serviços de compra e venda de ATVs e produtos Can-Am BRP. Além disso, tem uma extensa agenda de eventos para quem curte trilhas e passeios. Por lá são montadas expedições, como Rio de janeiro (RJ) a Porto Seguro (BA), trilhas em Penedo (RJ) e Visconde de Mauá (RJ), Expedição ao Pantanal (MT) ou ao sul do Brasil. Leonardo Latanzi é quem capitaneia tudo. Acesse www.quadricenter.com.br.

SERVIÇOS

FAZENDA GAMELA ECO RESORT

(21) 2220-3731 / (22) 2555-5516

Estrada Cantagalo – Carmo, Km 20. Cantagalo (RJ)

Este resort possui completa infra-estrutura de lazer, excelente restaurante e diversas atrações ligadas aos esportes de aventura. Oferece cinco opções de hospedagem, todas com muito charme, conforto e requinte. www.gamela.com.br

TRILHAS PELA SERRA FLUMINENSE

Para saber mais sobre o calendário de trilhas

(de motos e quadris), a dica é acessar www.trilheiro.com.br

Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM Com a tag , , , , , , , , , , , |