Quadriciclos e UTVs exploram paisagens serranas na divisa de RJ e MG

Grupo aproveita belezas naturais e baixas temperaturas dos arredores de Visconde de Mauá, em Resende (RJ).
Fonte: Mundo Press

Crédito: Quadricenter

Os quadriciclos e UTVs são ótimas pedidas para acelerar ao ar livre em todas as estações do ano. Cada vez mais, os fãs do off-road têm descoberto este prazer e organizado passeios por diversas regiões do país, com destaque para um grupo assíduo de Niterói, no Rio de Janeiro. A aventura mais recente foi nos arredores de Visconde de Mauá, em Resende, cidade serrana do sul do Rio de Janeiro que faz divisa com o Estado de Minas Gerais.

“O grupo está sempre junto e em busca de novos roteiros”, explicou Leonardo Lattanzi, da Quadricenter, concessionária dos produtos BRP em Niterói, o que inclui as máquinas off-road da Can-Am. O passeio pela região de Visconde de Mauá foi realizado no último sábado (16 de maio) e reuniu 40 quadriciclos e dois UTVs. Os atrativos foram as belezas naturais e paisagens do local, assim como as baixas temperaturas.

“Rodamos 140 quilômetros por estradas de terra e trilhas. O roteiro passou pelo lado de Minas Gerais, por lugares como Mirantão, em Bocaina de Minas, e teve muitas cachoeiras e rios. No final do dia, houve um churrasco de confraternização para os participantes. O grupo gostou bastante da experiência e já combinou outro passeio pela região, em outubro”, explicou Lattanzi.

Antes disso, os mais aventureiros terão outro compromisso. “Vamos fazer uma expedição de uma semana pelo Pantanal, no início de junho. Serão 15 quadriciclos e o percurso começa em Campo Grande e termina em Bonito, no Mato Grosso do Sul”, concluiu. Os interessados em participar dos eventos promovidos pela Quadricenter devem entrar em contato pelos telefones 21 2608-2290 e 21 2709-3157.

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , |

Rally Cuesta Off-Road: equipes usarão disputa para testes finais para o Rally dos Sertões

Equipes terão como base a experiência em provas anteriores para brigar pela vitória na 9ª edição da tradicional prova do centro-oeste paulista.
Fonte: Sig Comunicação

Crédito: Idario Café

O Rally Cuesta Off-Road já se firmou no calendário do off-road nacional. Faltando pouco mais de 20 dias para a largada da 9ª edição, pilotos e navegadores inscritos no rali fazem contagem regressiva para a competição. A prova reúne em Botucatu (SP) entre os dias 12 e 14 de junho as modalidades motos, quadriciclos, UTVs, carros e caminhões em uma disputa que promete levantar muita poeira no centro-oeste paulista.

Última disputa antes do Rally dos Sertões, a prova valerá pela 3ª e 4 ª etapa do Brasileiro de Cross Country, além de contar pontos para o Brasileiro de Baja (5ª e 6ª etapas). Entre os carros, muitas equipes estão preparadas para brigar por preciosos pontos na disputa e utilizar o certame para testar os equipamentos para o maior evento das Américas. O percurso terá aproximadamente 352 quilômetros (para carros e caminhões), em duas etapas – sábado e domingo, passando pela Serra da Cuesta.

Entre as características estão um roteiro de alto nível técnico, que prometem muita adrenalina aos competidores. Piso arenoso, área mais descampadas, trechos de serras com subidas e descidas, em meio a plantações de eucaliptos exigirão técnica e habilidade das equipes.

Ao lado do experiente navegador Maykel Justo, o piloto Jorley Jr. (Equipe Joseense de Rali), tentará a vitória na categoria Pro Brasil. Em sua terceira participação na prova, segunda na pilotagem de um Sherpa MEM 4×4 3.0, ele parte otimista para o certame. “A expectativa é somar o maior número de pontos possíveis para que possamos alcançar a liderança do Campeonato, já que hoje nos encontramos na vice-liderança”, diz o piloto de São José dos Campos, que foi vice campeão da competição em 2014.

Categoria UTV

A prova atrai pilotos de diversas regiões brasileiras e nesta edição terá alguns estreantes como o piloto Edson Di Nole que corre na categoria UTV Marathon 850. “Venho invicto em primeiro lugar em todas as etapas do campeonato Brasileiro de Rally Baja (Rally de Barretos e Rally da Ilha), correndo a bordo de um Polaris RZR 800 S, pela equipe Nole Racing com preparação Motrchell. O principal objetivo será o de marcar o maior número de pontos no fim de semana para fortalecer nossa liderança”, destaca o piloto de 42 anos, natural de Sorocaba/SP.

Para os pilotos de Manaus (AM), José Djanir Cavalcanti Junior e Victor Simões (ambos com 41 anos), será a primeira disputa em provas com o UTV. “A expectativa é boa pois é a primeira prova da categoria que vamos participar com um modelo UTV e escolhemos o Cuesta. As nossas experiências anteriores foram no Cerapió (moto) e no Rally do Agreste (Carro).”, contou José Cavalcanti, da equipe Thrifty.

Já o paulista Vinícius Gomes, da equipe Radial Rally Team/BikeBox, fará sua segunda participação no evento com um veículo UTV Can-Am/Production. ” Acho que será uma prova com muitas lombas, porém com trecho rápidos”, ressalta o piloto que fará 37 anos nesta quinta-feira, 21 de maio.

Para confirmar uma vaga no Rally Cuesta Off-Road e no Rally Jalapão500 pode se inscrever no www.arenaenduro.com.br, onde também encontram-se mais informações dos eventos.

O 9º Rally Cuesta Off-Road é uma realização de Arena Promoções e Eventos. Tem patrocínio Cam-Am e apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu e secretarias. Supervisão da CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo, da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo, da FASP – Federação Paulista de Automobilismo e FPM – Federação Paulista de Motociclismo.

PROGRAMAÇÃO:

12/06 – Sexta feira
13h30 às 19h00 – Secretaria de Prova
Primar Plaza Hotel

14h00 às 18h00 – Ginásio de Esportes Mario Covas
Vistoria Motos , Quadris e UTV
Vistoria CBA: Carros e Caminhões
Local: Ginásio de Esportes Mario Covas
14h00 às 15h30 – Apresentação Protótipo-T1
- Apresentação Production-T2
- Apresentação Super Production e Pró Brasil
- Apresentação Caminhões
17h00 – Apresentação 2ª vistoria (com multa – 1 UP)
19h30 РBriefing e lan̤amento do Evento (Moto, Quadri e UTV) РPrimar Plaza Hotel (Jantar Opcional)
20h00 РBriefing e lan̤amento do Evento (Carros e Caminh̵es) РPrimar Plaza Hotel (Jantar Opcional)

13/06 – Sábado – 1ª Prova
7h00 às 8h30 – Secretaria de Prova (Primar Plaza Hotel)
7h00 às 8h00 – vistoria motos , quadris, utv (Ginásio de Esportes Mario Covas)
8h00 – Largada 1ª Moto no parque de apoio (Ginásio de Esportes Mário Covas).
8h30 – Largada 1ª Moto na especial.
9h00 – Largada 1º Carro no parque de apoio (Ginásio de Esportes Mário Covas).
9h30 – Largada 1º Carro na especial.
15h30 – Super Prime (Pista anexa ao Ginásio de Esportes Mário Covas)
19h30 – Briefing motos e quadris.- (Primar Plaza Hotel – Jantar opcional)
20h00 РBriefing Рcarros e caminh̵es Р(Primar Plaza Hotel РJantar opcional)

14/06 – Domingo – 2ª Prova
7h00 – Largada 1º Carro no parque de apoio (Ginásio de esportes Mário Covas).
7h30 – Largada 1º Carro na especial.
8h00 – Largada 1ª Moto no parque de apoio (Ginásio de esportes Mário Covas).
8h30 – Largada 1ª Moto na especial.
13h30 – Super Prime (Pista anexa ao Ginásio de Esportes Mario Covas)
16h00 РPremia̤̣o (Primar Plaza Hotel РAlmo̤o opcional)


Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM Com a tag , , , |

Rally Dakar apresenta mudanças para edição 2016

Roteiro elimina Chile e inclui Peru nas etapas da competição.
Fonte: Webventure

Crédito: Divulgação

Em abril de 2015, em Paris, os organizadores do Rally Dakar revelaram o esboço do percurso para a edição de 2016, que acontecerá na América do Sul. Sem passar pelo Chile, que tem sido afetado por trágicas inundações nas regiões que normalmente acolhem o rally, uma nova viagem pelo continente foi preparada para os concorrentes. O Peru irá fornecer aos especialistas em condução na areia a oportunidade de tirar proveito de suas habilidades sobre as dunas.

Confira:

Crédito: Divulgação

Publicado em CAN-AM, CAN-AM DAKAR Com a tag , , , , |

Rally Jalapão 500: inscrições estão abertas e será em julho

O evento entrará para a história do rali nacional.
Fonte: Sig Comunicação

Crédito: Divulgação

O Parque Estadual do Jalapão, no interior do Tocantins, entrará novamente para o calendário do rali brasileiro. Mas será o primeiro ano que a região turística irá receber o Rally Baja Jalapão 500, que acontece entre os dias 03 e 04 de julho, com secretaria, vistoria e briefing na sexta; prova e cerimônia de premiação no sábado. No dia 17 de junho haverá um briefing para competidores, imprensa, apoiadores em São Paulo, o local será definido em breve. As inscrições já encontram-se abertas no site oficial www.arenaenduro.com.br/Jalapao2015.

A prova será válida para a 4ª prova (7ª e 8ª etapas) das categorias Motos, Quadriciclos e UTV’s -, no Campeonato Brasileiro de Baja. Haverá também inscrições para a categoria Carros (Cross Country), mas sem contar pontos para o Campeonato Brasileiro. O roteiro terá um percurso de aproximadamente 600 quilômetros entre trecho cronometrado e deslocamentos.

“A decisão foi tomada em conjunto com os competidores durante a segunda etapa do ano em Ilha Comprida, para que a disputa fosse realizada em um único dia na modalidade Baja. Será uma prova inédita no país com percurso tão extenso, medindo técnica, resistência, habilidade e estratégia das equipes, e a prova valerá por 50 pontos do campeonato, já na modalidade Cross country a prova não contará pontos. Na sexta acontecerão as vistorias técnicas e administrativas e, no sábado, teremos a Especial mais longa e dura da temporada”, conta Henrique Arena, diretor de prova e organizador do Baja Jalapão 500.

A competição será no deserto do Jalapão, um dos principais palcos da disputa em alta velocidade, com muita poeira levantada pelos veículos que cortarão as estradas de terra, savanas, cerrado e as falésias do deserto tocantinense, o rali mostrará muito mais do que motores roncando e pilotos cortando trilhas do estado do Tocantins.

O Baja Jalapão 500 proporcionará belas paisagens, aventura e desafio e mostrará sua cara logo no início, colocando os pilotos a verdadeira prova de resistência e uma mudança na rotina das comunidades pelas quais as motos, quadriciclos, UTVs e os carros passarão acelerando.

Rally Cuesta Off Road

Antes de seguir para a prova inédita os competidores participam da terceira etapa do campeonato Brasileiro de Rally Baja, para as categorias Motos, quadriciclos, UTVs, e Rally Cross Country para Carros e Caminhões, na cidade de Botucatu, interior paulista. O Rally Cuesta Off Road acontecerá nos dias 12, 13 e 14 de junho.

O Baja Jalapão500 é uma realização de Arena Promoções e Eventos, tem patrocínio Can-Am e Supervisão da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo.

Programação Rally Baja Jalapão 500:

17/06 РBriefing em Ṣo Paulo
Local: a definir

03/07 – Palmas (TO)
Local: Box – Praia da Graciosa
13h às 17h – Secretaria de prova
14h às 17h – Vistoria
18h – Briefing

04/07- Palmas (TO)
Local: Praia da Graciosa
5h30 – Largada
DI – 10 km
TE – 433 km
DF – 183 km
21h РPremia̤̣o

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja 2015 (CBM):

01 Etapa РRally de Barretos/SP Р07 e 08 de Mar̤o
02 Etapa – Rally Ilha Comprida/SP – 11 e 12 de Abril

03 Etapa – Rally Cuesta Off Road – Botucatu/SP – 13 e 14 de Junho
04 Etapa РRally do Jalap̣o 500 РTocantins/TO Р04 e 05 de Julho
05 Etapa – Rally Serra Azul- a definir – 12 e 13 de Setembro
06 Etapa – Rally Rota SC-Tijucas/SC – 03 e 04 de Outubro
07 Etapa – Rally Rota Sudeste – a definir – 07 e 08 de Novembro
08 Etapa – Rally dos Amigos/SP – 12 de Dezembro

Publicado em CAN-AM Com a tag , , |

Botucatu receberá novamente o Rally Cuesta Off-road

Evento chega à nona edição e será realizado entre os dias 13 e 14 de junho e inscrições estão abertas.
Fonte: Arena Enduro

Crédito: Idario Café

Consolidada como uma das principais provas de rali do país, o Rally Cuesta Off Road será realizado em Botucatu, SP, cidade já conhecida como Terra da Aventura. Com pouco mais de três meses, a tradicional competição começa a tomar forma e promete mais uma disputa de levantar muita poeira em dois dias de prova. Pelo nono ano consecutivo, a Serra da Cuesta será o cenário da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para carros, caminhões, motos, quadriciclos e UTvs, e 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Baja para motos, quadriciclos e UTVs.

As equipes terão pela frente um grande teste de resistência e habilidade. De acordo com a Arena Promoções e Eventos, o roteiro mesclará trechos rápidos e travados, com diversas curvas, travessia de rio, subidas e descidas, cascalho, pedras e lombadas. “Mais uma vez vamos trabalhar para realizar uma rali de alto nível técnico e de grande exigência, com diversidade de obstáculos”, conta o diretor de prova, Henrique Arena.

O 9º Rally Cuesta Off-Road é uma realização de Arena Promoções e Eventos. A competição conta com Patrocínio da Can-Am e com o apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu e secretarias. A supervisão é da CBA – Confederação Brasileiro de Automobilismo, da Confederação Brasileira de Automobilismo, CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo e Fasp – Federação Paulista de Automobilismo.

Para mais informações acesse o site www.arenaenduro.com.br e acompanhe a etapa pelo facebook (Rally Cuesta Off Road).

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , |

Proteja-se para a trilha de quadri

Fonte: Quadriciclo Brasil

Crédito: Divulgação

Há alguns anos houve o “boom” na venda de quadriciclo, e isso fez com que o veículo, não tão popularizado até os anos 90, esteja presente cada vez foto 1A (4).JPGfoto 1A (4).JPGmais, principalmente em trilhas, praias e condomínios. O grande problema é que muitas pessoas pensam que o quadriciclo é bem menos perigoso que uma moto, por exemplo, e não tomam as precauções devidas. É essencial o uso de equipamentos de segurança, que são os mesmos utilizados pelos que praticam motocross: botas, luvas, calça, camisa de manga longa, joelheira, cotoveleira e, principalmente, o capacete.

Por que devo me proteger ao andar em quadriciclos?

Quando, por exemplo, o condutor está em uma alta velocidade, o quadriciclo não permite muitas opções. O equipamento de segurança é o que garante a integridade física do condutor, e é imprescindível o uso dele. O capacete protege a cabeça e é essencial, já que se trata de um tipo de veículo diferente do carro, ou seja, que não tem um revestimento externo. Batidas ou acidentes que envolvem traumas na cabeça podem ser fatais. Os outros equipamentos protegem o restante do corpo dos machucados, batidas, arranhões e cortes.

Qual é o custo médio desses equipamentos?

Bons capacetes podem ser encontrados em valores que variam desde os R$ 250 até os modelos mais caros, tudo depende do que o seu bolso permite. Já as roupas de segurança, como as camisas, variam entre R$ 30 e R$ 70, enquanto as calças que fazem parte do equipamento de segurança variam entre R$ 80 e R$ 400. Os óculos podem ser encontrados a partir de R$ 100, as luvas a partir de R$ 35, as joelheiras e cotoveleiras a partir de R$ 65, os coletes a partir de R$ 150, as botas a partir de R$ 250 e um sistema de hidratação pode ser instalado com preços que variam desde R$ 80.

Como os quadriciclos são utilizados em caminhos mais acidentados e escorregadios, o condutor precisa ter alguma experiência e dirigir em uma velocidade confortável. Além disso, dirigir em asfalto ou em qualquer outro terreno on-road aumenta-se o risco consideravelmente, pois o quadriciclo perde sua estabilidade. No entanto, sem o uso dos equipamentos de segurança individual, o risco dos acidentes é potencializado e os danos podem ser grandes, assim como nos acidentes que envolvem motocicletas. Guiar um quadriciclo parece mais fácil, porém, o equipamento de segurança é necessário, e o único que pode garantir a proteção.

Publicado em CAN-AM Com a tag , |

Rally Transbahia terá competidores de 14 Estados

Entre profissionais e amantes do esporte, prova conta com pilotos e navegadores vindos do Norte ao Sul do país nos dias 24, 25 e 26 de abril.
Fonte: Mundo Press

Crédito: Divulgação

O Rally Transbahia 2015 irá reunir uma verdadeira caravana off-road nos dias 24, 25 e 26 de abril. Entre profissionais e amantes do esporte, a competição conta com representantes de 14 Estados, do Norte ao Sul do país. A prova tem largada e chegada em Camaçari, região metropolitana de Salvador (BA), e inclui carros, motos, quadriciclos e UTVs. O percurso total será de aproximadamente 600 quilômetros, com pernoites nas cidades de Alagoinhas e Conde.

O grid da quinta edição do Rally Transbahia já superou a marca de 200 inscritos – metade deles é da Bahia. Minas Gerais terá grande representatividade, com 25 competidores, assim como o Tocantins, com 17. A lista de Estados inscritos inclui ainda Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe, Ceará, Pernambuco, Piauí e Maranhão.

“O Rally Transbahia é um dos melhores do calendário, por isso a cada ano mais gente quer participar”, comentou Gildo José Tavares, que irá competir entre as motos da Over 40 e organiza a ida dos pilotos do Tocantins. “Os que nunca foram estão muito ansiosos, e o grupo está bastante empolgado de uma forma geral. Espero que a gente consiga levar alguns troféus para o Tocantins”, continuou.

O gaúcho Marcelo Fabro, de Caxias de Sul, irá rodar cerca de cinco mil quilômetros pelas estradas brasileiras para competir no Rally Transbahia. Ele está confirmado na Sênior, também de motocicleta, e participou das duas primeiras edições do evento. “Vale a pena a viagem para competir na Bahia, onde o terreno é diferente do Sul. Gosto de andar em solo arenoso, é outro tipo de diversão, e aprecio muito o formato das provas de regularidade. O piloto é testado o tempo todo e é preciso concentração total. As paisagens também são muito bonitas”, explicou.

O Rally Transbahia vale pelas disputas dos títulos nacionais de Enduro de Regularidade (para motos, quadris e UTVs) e de Rally de Regularidade para carros. Por isso, também atraiu a atenção de diversos pilotos de renome, como o atual campeão brasileiro das motos, o capixaba Jomar Grecco, e o multicampeão de rally André Azevedo. Nos carros, outro competidor de peso será Magno Aragão, piloto de Niterói (RJ) detentor de diversos títulos em provas off-road. Ele contará com o navegador Paulo Renato Carvalho, de Minas Gerais.

“O objetivo principal sempre é vencer”, afirmou Aragão, que foi vice-campeão dos carros no Transbahia em 2013. “A expectativa é de que seja uma bela prova. O evento é sempre muito charmoso, por ser na Bahia, e a credibilidade da organização faz com que eu participe sempre que posso”, concluiu.

A quinta edição do Rally Transbahia tem patrocínio do Governo da Bahia, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado (SUDESB), de Cristal Pigmentos e da BSC Copener. O co-patrocínio é das Prefeituras Municipais de Camaçari e de Alagoinhas e o apoio, da Prefeitura Municipal de Conde e da Knowhow Transportes.

A realização é da Adrenalina Eventos, com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), Federação Baiana de Motociclismo (FBM), Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e Federação de Automobilismo da Bahia (FAB).

Publicado em CAN-AM Com a tag , |

Dicas para se preparar para uma trilha de quadriciclo

Fonte: Quadriciclo Brasil

Crédito: Divulgação

A manhã que antecede a sua primeira trilha é uma das mais importantes que você terá na sua vida de trilheiro. É nela que começam a surgir às dúvidas sobre como vai ser o caminho e como se preparar bem para ele. Se você já tiver alguma experiência com jipe ou com moto trilheira, com certeza será mais fácil. Porém, ainda assim a vida em um quadriciclo será diferente, principalmente porque o nível de desgaste será outro, e as necessidades em caso de emergência também. Por isso, preparamos esse especial com um pouco de tudo que você não pode esquecer na hora de se preparar para uma trilha.

Revisão

Comece pelo básico, e isso é ver se o seu quadriciclo está funcionando de acordo com as necessidades da trilha. Veja se o motor não apresenta algum barulho estranho, veja se a suspensão está funcionando bem, teste os freios, calibre os pneus – Veja a nossa matéria sobre calibragem. E não esqueça também de estar com o tanque cheio! Fez a revisão e agora tem certeza de que está tudo ok? Aí, sim, podemos ir para o próximo item.

Equipamentos

Tem certeza de que está levando todos os equipamentos de proteção além do capacete? Botas, luvas, protetores de peito, coxa e braços devem estar em ordem também – Veja nossa matéria sobre Equipamentos de Proteção. Está levando cinta ou corda? Ela sempre é necessária mais cedo ou mais tarde no passeio. E não deixe de levar luvas, que elas fazem muita diferença depois das três primeiras horas por conta do conforto que proporcionam. E meias, não se esqueça delas, para o conforto dos seus pés. E, por fim, não se esqueça de levar uma sacola para colocar a roupa suja e não deixar o carro, a casa ou o elevador do prédio imundos de barro.

Saúde

Camelback é indispensável, pois a hidratação é sua principal companheira. Não leve comida, pois provavelmente pra onde você vai terá algum lugar no meio do nada para fazer um lanche, mesmo assim procure saber. Ao invés de levar coisas, invista em um café da manhã reforçado e, no máximo, leve barras de proteína ou isotônicos. E, antes de sair de casa ou começar a trilha, não se esqueça de ir ao banheiro.

Publicado em CAN-AM Com a tag , , |

VillaMotorsports reúne 26 veículos na Expedição Jalapão 2015

Evento reuniu clientes e amigos da concessionária CAN-AM de Brasília e Goiânia para, juntos, desfrutarem das belezas naturais do Parque Estadual do Jalapão, em Tocatins.

O resultado: fotos incríveis e momentos que ficarão para sempre na memória da galera! ;)

Confiram!

Crédito das Imagens: Iuri Garcia / Erico Bizzo

Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM ADVENTURE TOURS BRASIL SPIRIT, CAN-AM DAKAR 2013 Com a tag , , , , , , , , , |

Brasileiro de Rally Baja – Rodrigo Varela é mais líder da UTV Pro

Piloto vence as disputas da categoria no Rally da Ilha, em Ilha Comprida (SP), a bordo do Can-Am Maverick Xds Turbo.
Fonte: Mundo Press

Crédito: Ney Evangelista/DFotos

Rodrigo Varela é mais líder entre os UTVs da classe Pro no Campeonato Brasileiro de Rally Baja. A bordo do Can-Am Maverick Xds Turbo, lançamento da marca canadense para 2015, o piloto paulista venceu as disputas da categoria no Rally da Ilha, realizado neste final de semana em Ilha Comprida, litoral sul de São Paulo. A prova foi válida como terceira e quarta etapas do calendário e contou com número recorde de UTVs em provas nacionais: 50 inscritos.

Em dois dias, os pilotos percorreram pouco mais de 460 quilômetros, incluindo 76 de deslocamentos. “A prova foi muito boa e as disputas, equilibradas. Aumentei a vantagem para o segundo colocado na classe Pro e fiquei satisfeito com o desempenho. Vou trabalhar ainda mais para as próximas etapas”, comentou Varela, que cravou o tempo acumulado de 3h38min36 – o terceiro melhor na classificação geral. Marcelo Gastaldi também foi ao pódio da categoria Pro no Rally da Ilha, em terceiro lugar (4h16min21).

O Can-Am Maverick Xds Turbo dominou a categoria UTV Turbo Production, com o piloto Fábio Citro em primeiro (3h44min16) e Daniel Luiz Costa na segunda colocação (3h44min30). A família Can-Am Maverick ainda emplacou o segundo lugar de Pedro Queirolo na UTV Production (3h50min59) e a quarta posição de Gilberto Mayorga na UTV Super Production (3h47min37). As próximas etapas do Brasileiro de Rally Baja estão marcadas para os dias 13 e 14 de junho, em Botucatu (SP).

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick Com a tag , , , , |